terça-feira, 10 de janeiro de 2012

MOVIMENTO GREVISTA E REFLEXÕES


Como descrevi em artigo anterior, lá se vão alguns anos na luta por melhoria salarial e condições dignas de trabalho, com vitórias e derrotas parciais. Digo parciais porque em nenhum momento houve uma significativa melhora, principalmente na questão salarial.
Não seria capaz de contabilizar as inúmeras passeatas que participei e ajudei a organizar, tal como as inúmeras viagens que fiz até Brasília, sendo todas elas infrutíferas na resolução de nossos problemas, além de algumas punições que sofri por reivindicações. Sempre fui bastante incisivo quando perguntado a respeito de GREVE dizendo que jamais pararíamos nossos serviços, por pior que fossem nossas condições e continuo pensando dessa forma. Porém, vemos que nos últimos meses inúmeros foram os movimentos paredistas em diversos estados do Brasil, principalmente no Nordeste, onde, à exceção do Rio de Janeiro, são percebidos os piores salários no país. Em todas essas mobilizações, vemos, principalmente, policiais militares captaneando o movimento, além de expressiva participação de associações fortes, parlamentares eleitos pela tropa e, principalmente, participação de grande parcela de militares e familiares no processo. Fato esse que não percebo em nosso estado.
Muitos têm me perguntado se acredito que tenhamos reais condições de estabelecer um movimento tal qual o Ceará desenvolveu e para todos tenho respondido que não creio que haja tal possibilidade, além de salientar que eu, diante de tal situação, não conseguiria me abster de desempenhar minhas funções quando solicitado para qualquer tipo de socorro, principalmente para os socorros que envolvam risco à vida humana.
Sei que muitos, principalmente os que são a favor de um movimento grevista que reivindica melhores salários, não ficarão muito satisfeitos com minha opinião, mas não posso deixar de expressar o que penso e prego desde que assumi o compromisso de me dedicar inteiramente ao serviço da Pátria e ao serviço de Bombeiro-Militar.
Por outro lado, vemos que a cada dia crescem a insatisfação em nossas fileiras diante do vexatório salário que recebemos, principalmente quando comparamos a outros estados de menores arrecadação e importância no país, e de condições de trabalho e torço para que as negociações do Comandante-Geral, Cel Simões, com o Governo do Estado sejam bem sucedidas, tal como espero que as medidas para melhoria de nossas condições de trabalho continuem a ser implementadas em todas as nossas unidades, assim como vem tentando desenvolver. Os anseios da tropa são muitos e os anos de desatenção, intolerância e falta de diálogo potencializam a revolta em nossos militares. Mas acredito que boas notícias estão por vir e, como SEMPRE, continuo crendo que a melhor saída para sermos valorizados é continuar a prestar o serviço de excelência que prestamos a quase 157 anos no Rio de Janeiro. Até porque, governadores, comandantes e militares passarão. O CORPO DE BOMBEIROS É ETERNO!
Que Deus ilumine a todos nós nesse momento conturbado, abra as mentes e corações dos que têm por ofício atender as JUSTAS reivindicações dos seus subordinados e continue permitindo que possamos desempenhar o nosso melhor serviço em pról dos que dependem de nós.
JUNTOS SOMOS FORTES,
Lauro Botto - Cap BM.
  

10 comentários:

  1. Sou Subtenente do Corpo de Bombeiros, participei de alguns movimentos, e percebo muita vontade política nestes. Sou totalmente de acordo com reivindicação para melhores salários, mas não aceito a ideia de parar o atendimento ao público, pois se assim eu fizer, não mais mereço o título de BOMBEIRO, pois é o que faço com amor e dedicação independente de salário.
    Alguns de nós envolvidos com política, e outros de nós ou não já na política, não visam "preço" para tal, mas saibam que Bombeiros de verdade exercem seu ofício, mesmo com o "sacrifício da própria vida".
    Sem mais, agradeço a oportunidade de expressar minha opinião, e que Deus abençoe à todos nós.

    ResponderExcluir
  2. TAMBÉM TORÇO PARA QUE AS NEGOCIAÇÕES DO CMDT GERAL COM O GOVERNO DÊEM RESULTADO, EMBORA NÃO ACREDITE. INFELIZMENTE NÃO CONSEGUIMOS FAZER UM OMELETE SEM QUEBRAR OS OVOS.

    SGT: .`.ARAUJO.`.

    ResponderExcluir
  3. Sê o Rio de Janeiro sofresse um movimento grevista como foi em outros estados, seria o caos completo. Mesmo porque nenhuma força nacional por mais treinada que fosse teria condições de desempenhar o papel que os nossos tão mal falados PMs exercem, pois ninguém, "NINGUÉM" conhece o Rio de Janeiro como eles. Nossos estado não pode ficar uma hora de quer em greve em greve. Acredito que o movimento deve continuar. Todos nos sabemos que a possibilidade de uma paralisação é muito remota, mesmo assim ela assusta e que sabe nossos governantes assustados com essa possibilidade pense com mais atenção em nossas reivindicações. Só a PMERJ parando para todos percebemos o valor que ela têm. Beijinhos

    ResponderExcluir
  4. cb Axe 2008. estive muito com o movimento e ainda estou. Atualmente sou do 1gmar, e tenho certeza, que devemos sim, fazer nosso paralização. vamos escolher um quartel, e "invadir" mostrando o RG, e ficaremos alí, até uma resposta positiva,. Já tenho comentado isso com todo mundo. Vamos aquartelar todos em um quartel, assim como foi no quartel central, até sairmos presos se assim o fizerem, no Ceará, escolheram um batalhão e todos os militares avançaram para o mesmo... essa é a hora...nada mudou senhores...

    ResponderExcluir
  5. SOU A FAVOR DA GREVE. PORQUE NÃO VEJO OUTRA ALTERNATIVA. COMO SALVAR VIDAS ALHEIAS SE NÃO POSSO SALVAR MINHA FAMÍLIA? VIVER EM LOCAL DE DIFÍCIL ACESSO(FAVELAS), NÃO TER CASA, NÃO TER SAÚDE, NÃO TER NADA! ENTÃO É ISSO QUE O BOMBEIRO MERECE? CO 14 ANOS E 06 MESES, JÁ PERDI A CONTA DE QUANTOS SALVAMENTOS. AGORA CHEGA DE ROMANTISMO! VAMOS PARA A VIDA REAL. GREVE JÁ!!!!!!!

    ResponderExcluir
  6. Até que enfim , decidiu se manifestar. Porém acho que a sua idéia não está agradando a alguns, na tropa. Veja os comentários sobre a sua postagem no Denúncia da Silva. De fato, acho que você está apoioando muito, o atual comandante geral. Será que fizeram uma lavagem cerebral em vc lá na torre??? Um abraço.

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  8. Ou seja!!! mesmo ganhando mal, sem plano de saúde, respondendo memorandos pq chego atrasado (e olha q nem tenho vale transporte), trabalhando com MSA com + de 10 anos de uso, e aturando Oficiais que acham q Fazer faxina e tirar guarda é o que importa, Pagando aluguel, plano de saúde da família, fazendo extras, e GANHANDO UMA MISÉRIA... continuar indo prá rua? Salvo pessoas q nem conheço a 15 anos Cap... e todos CAGAM na cabeça da gente... infelizmente vai ter q doer em alguém... pq minha dor parece naum ter fim e nem remédio!!!

    ResponderExcluir
  9. Não gostaria que a segurança pública parasse. Não posso negar que temo o caos, porém, se preciso for, ela precisa parar nem que seja por algumas horas. O governo precisa perceber que ninguém quer mais se sujeitar as humilhações e ao descaso que ele (Cabral )os impõe. A população também precisa se posicionar, se ela precisa tanto da segurança, que os apoie também. Se a sociedade cobrar do governador a ordem ele negociará. A mobilização precisa seguir com o objetivo! A preocupação do capitão é a preocupação de todos nós. Todos nós temos responsabilidade com o bem estar da população. Mas também temos responsabilidades com nossas próprias vidas, com nossas famílias e com a nossa segurança! O PM não pode se expor a ponto de vender cachorro quente e virar alvo fácil de bandidos porque o que recebe não condiz com sua função e suas necessidades básicas! Se o governo não negociar, que venha a greve!

    ResponderExcluir
  10. CAPITÃO,A RESRONSABILIDADE DE QUALQUER AÇÃO NOSSA,QUE PREJUDIQUE A POPULAÇÃO E DE TOTAL RESPONSABILIDADE DO DESGOVERNADOR SÉRGIO TÁ MAL.
    TENHO CERTEZA QUE QUALQUER BOMBEIRO DE VERDADE ,SOFRERÁ MUITO SE TIVER QUE OMITIR ALGUM SOCORRO,MAS DOI DEMAIS TAMBÉM VER NOSSAS ESPOSAS E FILHOS SOFRENDO COM NOSSA AUSÊNCIA POR CAUSA DE BICOS,BAIXOS SALÁRIOS,OPRESSÃO,SEM ASSISTÊNCIA MÉDICA,SEM DIREITOS SÓ COBRANÇAS E DESMANDOS.
    CAPITÃO ,TENHO LUTADO MUITO,COMO O SENHOR,NÃO POR QUE SOU VÂNDALO OU BADERNEIRO,MUITO MENOS ARRUASEIRO,MAIS PORQUE SEI DO NOSSO REAL VALOR E IMPORTÂNCIA,E AMO NOSSA INSTITUIÇÃO,MAIS ODEIO O ATUAL SISTEMA DE COMANDO,COM CONCHAVOS,ATROPELOS ,SUBSERVIÊNCIA TOTAL AO GOVERNO.
    ACREDITO NA MUDANÇA E NA VALORIZAÇÃO DA SEGURANÇA PÚBLICA DO NOSSO ESTADO,MAS COMO TODA MUDANÇA,PODE HAVER PERDAS,E MUITOS SOFREREM,MAS SE FOR PARA UM BEM MAIOR,DEVEMOS CORRER O RISCO,QUE DEUS ESTEJA CONOSCO.
    ESPERO SINCERAMENTE, QUE NÓS NÃO PRECISAREMOS PARAR.
    MAS SE ESSE FOR PREÇO,NÃO VAI TER OUTRO JEITO,ESTEJAMOS PREPARADOS.
    DE SEU AMIGO E COMPANHEIRO DE LUTA

    CB ,CBA SUL 439

    ResponderExcluir