sexta-feira, 26 de junho de 2009

MAIS UM TAPA NA CARA DO CORPO DE BOMBEIROS!

ONDE E QUANDO A DESMORALIZAÇÃO, DESMOTIVAÇÃO E O DESRESPEITO AO CORPO DE BOMBEIROS E SUA HISTÓRIA IRÃO PARAR?



Jornal O DIA, 26/06/2009:

"Assinado acordo para desarmar bombeiros.
Cooperação entre governo do estado e Ministério da Justiça envolve PF no combate às milícias.
POR FRANCISCO EDSON ALVES, RIO DE JANEIRO.
Rio - A participação da Polícia Federal no combate às milícias foi oficializada ontem, em um convênio de cooperação entre o Ministério da Justiça e o governo do estado. O documento, com base no relatório final da CPI das Milícias da Alerj, foi assinado no Palácio Guanabara pelo ministro Tarso Genro e pelo governador Sérgio Cabral, durante o lançamento do novo modelo de gestão de
segurança no Estado do Rio — as Regiões Integradas de Segurança Pública (RISPs).
Desarmamento de bombeiros foi proposto pela CPI das Milícias, na Alerj: em frente ao Quartel Central, militar circula com pistola
O projeto detalha uma série de compromissos que visam a implementação de ações conjuntas contra grupos paramilitares. Entre as propostas, está o envolvimento do governo federal no estudo para desarmar e desmilitarizar os bombeiros, a tipificação do crime de milícias e a criação de leis mais rígidas contra milicianos. Também estão previstas a instituição de uma Ouvidoria Extraordinária ligada ao secretário de Segurança, José Mariano Beltrame, e a contratação de mais 1.500
policiais civis.
“Estamos institucionalizando o apoio ao estado para, em médio prazo, acabar de vez com esses criminosos”, afirmou Genro. O convênio não prevê repasses de dinheiro, mas, segundo o ministro, se for necessário, verbas também estarão disponíveis, assim como a possibilidade da atuação da Força Nacional de Segurança em operações. “Recursos para o Rio não é problema. Também não vamos atuar mais somente com o setor de inteligência, mas, se necessário, com a presença de policias nas ruas. Basta as autoridades do estado requisitarem”, adiantou. “Essa integração será fundamental para continuarmos combatendo a segurança ilegal, a máfia das vans, o comércio irregular de gás e as TVs a cabo clandestinas, braços econômicos desses bandidos”, ressaltou Cabral.
Pelo convênio, caberá ao ministério encaminhar projetos de leis. Entre eles, a tipificação do crime de milícia. Também estão previstas leis específicas para coibir abuso de poder econômico por políticos — ou a formação dos ‘currais eleitorais’ — e o uso abusivo de centros sociais em comunidades.
O acordo sugere que os governos atuem em conjunto com a Agência Nacional de Petróleo (ANP) na fiscalização mais rigorosa e até com a modificação do sistema de distribuição de gás, uma das fontes de renda dos milicianos.
Para Freixo, ação deve ser estendida
O presidente da CPI das Milícias, deputado Marcelo Freixo (PSOL), elogiou a articulação dos governos federal e estadual para o combate às milícias e defendeu a expansão das operações para outras regiões da cidade e do estado, além da Zona Oeste. “As ações precisam chegar a outros pontos, como Jacarepaguá, onde nada foi feito para acabar com o domínio dos milicianos”, afirmou Freixo. Concluída em novembro, a CPI culminou com uma lista de 1.113
pessoas suspeitas de ligação com paramilitares e o indiciamento de 226 acusados, entre políticos, policiais, bombeiros e empresários.
Repressão a vans ilegais e ‘gatonet’
O acordo de cooperação prevê, por parte do estado, a adoção de políticas para acabar com serviços ilegais oferecidos pelos milicianos. Ao governo do estado caberá, por exemplo, a adoção de “políticas públicas de incentivo ao transporte alternativo legal, como isenção de ICMS na aquisição de carros novos destinados a esse tipo de transporte”.
O documento também sugere que poderá ser oferecida redução de ICMS para criar a oferta, por parte de operadoras de TV por assinatura, de pacotes populares, incluindo acesso à Internet banda larga. Também está prevista uma câmara de repressão às milícias, com polícias, Ministério Público e Justiça."
JUNTOS SOMOS FORTES
LAURO CÉSAR BOTTO MAIA
1º TEN BM QOC

quarta-feira, 24 de junho de 2009

PELO CEL PM PAÚL.


UM CHEFE MILITAR DE JOELHOS, NÃO PODE OLHAR NOS OLHOS DOS SEUS COMANDADOS.
O militarismo é cercado de simbolismos e o conjunto deles constitui uma verdadeira liturgia militar. Os símbolos estão inseridos em toda vida na caserna, nos menores atos e nas mais complexas operações militares. Somos assim, a nossa continência individual é um brado de coragem e, ao mesmo tempo, uma forma educada de cumprimentar um civil. A nossa farda é uma segunda alma, uma alma que se soma as almas dos nossos companheiros, formando a grande alma da Instituição Militar. Manchar a nossa farda é o mesmo que ofender a nossa honra pessoal. Empunhamos bandeiras, inclusive a que representa o Brasil, que simbolizam o nosso amor pela pátria e pela Instituição. Nós, militares, ao longo de nossas carreiras, fazemos vários juramentos de amor à pátria e aos seus valores. Somos diferentes, pois juramos arriscar a própria vida e somos os únicos que fazemos tão elevado e desprendido juramento. Somos idealistas, destemidos por natureza, enfrentar a morte é a nossa missão. Logo, os nossos Chefes Militares precisam ser pessoas muito especiais, pessoas que seguiremos em qualquer missão, mesmo diante da morte. Portanto, a honradez é a condição sem a qual não se admite a definir alguém como um Chefe Militar, seja qual for o seu posto ou graduação. Assim sendo, as Instituições Militares, cultuam a sua data de criação, seus chefes do passado, seus feitos históricos, seus heróis e suas datas comemorativas. Esse culto é cercado de todo um ritualismo próprio, que identifica a Instituição Militar, atribui a ela uma identidade própria. No Rio de Janeiro, as duas Instituições Militares Estaduais, a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros Militar, parecem que estão se afastando cada vez mais desse militarismo, do militarismo positivo, aquele que cultua a honra, o idealismo e o destemor. A Polícia Militar caiu de joelhos diante de um governante civil temporário, quando permitiu a exoneração do Coronel de Polícia Ubiratan, em janeiro de 2008. Ajoelhou-se mais ainda, quando permitiu uma solenidade de passagem do Comando Geral sem a presença da tropa, feita no interior do gabinete. Isso nunca tinha ocorrido nos 200 anos de história da Polícia Militar. Nunca fomos tão humilhados. Agora, o Corpo de Bombeiros Militar, que já tinha amargurado momentos muito tristes, diante da omissão de seus Coronéis, na defesa da tropa, também em janeiro de 2008, volta a se envergonhar, mudando uma data histórica apenas para atender a agenda do governante civil temporário. A Solenidade do Espadim, que se realiza no dia 2 de julho, data da criação da Instituição Militar, foi alterada para o dia 8 de julho, para atender a agenda do Governador Sérgio Cabral (PMDB).
Quem é mais importante: a Polícia Militar ou o governador Sérgio Cabral?
Quem é mais importante: o Corpo de Bombeiros Militar ou o governador Sérgio Cabral?Um Chefe Militar de joelhos é algo inimaginável, pois ele não pode olhar nos olhos dos seus comandados, mas no Rio de Janeiro está virando rotina. Deus salve a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro, que verdadeiros líderes surjam antes que seja tarde demais.





JUNTOS SOMOS FORTES!


PAULO RICARDO PAÚL


CORONEL DE POLÍCIA


CORONEL BARBONO

MAIS UMA DA SÉRIE: UMA IMAGEM VALE MAIS QUE MIL PALAVRAS!

RIO DE JANEIRO - 23/06/09
ELES RINDO...


... E O ESTADO EM GUERRA!



terça-feira, 23 de junho de 2009

RICARDO GAMA: MAIS UM BRAVO CIDADÃO FLUMINENSE NA LUTA!

JUNTOS SOMOS FORTES

DIA "NACIONAL" DOS BOMBEIROS DO CABRAL: 08 DE JULHO!




Se não bastassem os péssimos salários (2º pior do país) pagos pelo governo do estado aos bombeiros militares;


Se não bastasse a subordinação inconstitucional do CBMERJ à Secretaria de Saúde;


Se não bastasse a desmotivação total da tropa com a atual política de segurança pública do estado;


Se não bastasse o tratamento diferenciado de carga horária e de remuneração dispensado a militares de mesmas patentes, promovido pelo governo do estado;


Se não bastasse a formação de "Oficiais sem espada" no último concurso do Drº Sérgio Cortez;




MUDARAM TAMBÉM O DIA DA NOSSA SOLENIDADE DE COMEMORAÇÃO DO "DIA NACIONAL DO BOMBEIRO".




NOSSO EXCELENTÍSSIMO (?) GOVERNADOR TEM COMPROMISSOS MAIS IMPORTANTES NO TRADICIONAL DIA 02 DE JULHO E MAIS UMA VEZ VEREMOS NOSSA TRADIÇÃO E HONRA SEREM POSTAS EM 5º PLANO! ATÉ QUANDO?




QUAL SERÁ A PRÓXIMA MÁ NOTÍCIA?


QUAL SERÁ A PRÓXIMA PORR... QUE LEVAREMOS CALADOS?


QUAL SERÁ...?




MEU DEUS!


SALVE-SE QUEM PUDER!




JUNTOS SOMOS FORTES


LAURO CÉSAR BOTTO MAIA


1º TEN BM QOC

O EXCLUÍDO FARDADO - DIRETO DO BLOG DE CEL PM PAÚL.


Movimento Cívico Juntos Somos Fortes!
O Excluído Fardado
Conceituação:
A estrutura representa um Soldado da Polícia ou um Soldado do Corpo de Bombeiros Militar.
A vida dele vale apenas R$ 30,00 por dia.
Ele faz parte dos excluídos sociais, é o excluído fardado.
Ele não tem nome, pois é tratado na sua instituição como um número, usado para elaborar escalas de serviço e quando morre, continua sendo um número, que alimenta funestas estatísticas.
Ele é feito de materiais descartáveis (madeira, cano de pvc, cartolina, cola, fita adesiva, grampos), simbolizando a sua própria condição de descartável, que pode ser substituído por outro excluído, rapidamente.
Ele, como todo excluído, não tem identidade, não tem cidadania.
Ele não tem cabeça, pois não querem que ele pense, ele deve apenas cumprir ordens.
Ele não tem órgãos, nem mesmo um coração, pois ele não pode ter sentimentos, sendo capaz de superar qualquer necessidade fisiológica.
Ele não tem pernas (fincado na areia), para que fique parado onde for determinado (visibilidades).
Ele tem braços, pois precisa ter mãos para portar armas de guerra (fuzis).
Na estrutura não foi inserida uma arma, para não contrariar os preceitos constitucionais, que ordenam as reuniões públicas.
Ele ficou lá de 08:30 horas até 16:30 horas, oito horas imóvel, no lugar determinado, sob o sol forte.
Ele é um exemplo de soldado!
É o soldado que o poder quer.
Muitos cidadãos que passaram pelo local, pararam para observá-lo, pois ele representava a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros Militar.
Tentaram falar com ele, mas ele não respondeu, pois não pode ter voz.
Sua única veste foi uma camisa que representa o esforço dos "40 da Evaristos" na luta por salários dignos e por adequadas condições de trabalho.
Ele cumpriu a sua missão, portanto, vamos continuar escalando nos atos cívicos, o EXCLUÍDO FARDADO, ele percorrerá esse estado.
Acompanhe nesse espaço democrático, o calendário dos deslocamentos do "Excluído Fardado".
JUNTOS SOMOS FORTES!
PAULO RICARDO PAÚL
CORONEL DE POLÍCIA
CORONL BARBONO

MOVIMENTO CÍVICO "JUNTOS SOMOS FORTES" - ENTREVISTA COM O CEL PM PAÚL, 20/06/2009.

JUNTOS SOMOS FORTES

CARTA ABERTA DISTRIBUÍDA NO MOVIMENTO CÍVICO JUNTOS SOMOS FORTES - 21/06 - COPACABANA


ENTREVISTA COM O MAJ PM WANDERBY, FUTURO PRESIDENTE DA AME- RJ.

JUNTOS SOMOS FORTES!

sábado, 20 de junho de 2009

MOVIMENTO CÍVICO "JUNTOS SOMOS FORTES" - COPACABANA, 20/06/2009.



FOTO COM OS AMIGOS MILITARES IDEALIZADORES DO MOVIMENTO.

FOTOS COM OS COMPANHEIROS, SGT PM RICARDO GARCIA E Srª MÁRCIA.
FOTO COM A "COMPANHEIRA DE LUTA", Srª CHRISTINA.

FOTO COM O COMPANHEIRO DO CBMERJ, SGT BM MORAIS..





FOTO COM O AMIGO E FUTURO PRESIDENTE DA AME - RJ, MAJ PM WANDERBY.



FOTO COM OS AMIGOS OFICIAIS DO CBMERJ QUE MARCARAM PRESENÇA.



COM OS AMIGOS, CEL PM PAÚL E CAP BM SALMA.
Parabéns aos amigos Bombeiros e Policiais Militares que organizaram e que se fizeram presentes ao manifesto do último dia 21/06 em Copacabana.
Infelizmente a mídia vendida do RJ não se fez presente, mas registramos aqui a presença dos amigos que realmente se importam e reivindicam seus direitos como cidadãos ordeiros disciplinados e conscientes da necessidade de mudanças urgentes na política fluminense de segurança, educação e saúde.

LAURO CÉSAR BOTTO MAIA
1º TEN BM QOC
JUNTOS SOMOS FORTES

quarta-feira, 17 de junho de 2009

VOCÊ ESTÁ CONVOCADO! SÁBADO, 20/06, COPACABANA!








Você, Bombeiro Militar:


- Que se dedica exclusivamente ao serviço e está insatisfeito por receber o PIOR salário do Brasil, dentre os militares estaduais;


- Que assim como a Constituição Federal, não está de acordo com a subordinação do CBMERJ à secretaria de saúde;


- Que recebe soldos inferiores ao salário mínimo;


- Que não tem condição de dar o mínimo necessário à sua família com o salário recebido para proteger a população fluminense;


- Que lembra das promessas feitas por Cabral em sua campanha e até hoje não as viu serem cumpridas;


- Que está vendo o Corpo de Bombeiros RJ ser dividido pelas gratificações "cala-a-boca" do PMDB;


- Que tem que recorrer constantemente a empréstimos para cobrir despesas que deveriam ser cobertas por um salário digno;


- Que reclama da sua situação no gabinete, seção, rancho, pátio, viatura, cassino... ;





SEU LUGAR É NO ATO CÍVICO "JUNTOS SOMOS FORTES" QUE SERÁ REALIZADO NO PRÓXIMO SÁBADO, DIA 20/06, ÀS 10 HORAS, NA ESQUINA DA AV. ATLÂNTICA COM A AV. PRINCESA ISABEL, EM COPACABANA!










JUNTOS SOMOS FORTES


LAURO CÉSAR BOTTO MAIA


1º TEN BM QOC





ELEIÇÕES NA AME/RJ - 19/08/09.




Companheiros Oficiais BM associados a mais de 01 ano à AME/RJ, fiquem atentos às eleições vindouras. Temos a grande oportunidade de eleger o Maj PM Wanderby como presidente e representante incansável da causa dos MILITARES ESTADUAIS, oficiais e praças, PM e BM.
Infelizmente eu não teria direito a voto se me associasse, pois o estatuto daquela entidade representativa de classe não permite que associados a menos de um ano das eleições votem, mas fica o apoio e divulgação da chapa IDENTIDADE.
JUNTOS SOMOS FORTES
LAURO CÉSAR BOTTO MAIA
1º TEN BM QOC

NOVO ESTATUTO DO CBMERJ.

Amigos leitores do DIÁRIO BOMBEIRO MILITAR, recebi o e-mail abaixo do 1º Ten BM Eduardo Dantas e o transcrevo:

Subject: novo Estatuto Bombeiro Militar
Date: Wed, 10 Jun 2009 15:32:12 -0300

Prezado Wagner, Assistindo seu programa vi sua solicitação para que enviássemos sugestões para o novo Estatuto Bombeiro Militar. Primeiramente o parabenizo pela iniciativa visto que temos a oportunidade de corrigir algumas distorções no que diz respeito ao tratamento dado pela administração pública aos servidores militares estaduais. Seguem algumas sugestões que penso serem de grande expectativa por parte da tropa como pude cosntatar ao longo de sete anos servindo com dedicação e empenho a instituição CBMERJ:

1 - hora extra no mínimo, em cinqüenta por cento a do normal;

2 – vencimentos: o soldo não poderá ser inferior ao salário mínimo vigente no país; e

3 - o militar deverá receber gratificação referente ao Posto ou graduação da função que exerce em sua unidade ( como ocorre hoje na PMERJ ).

Sugestões para Lei de remunerações:

LEI Nº 2 7 9, DE 26 DE NOVEMBRO DE l 979.

art. 18 - A Gratificação de Habilitação Profissional ... fixados:

(*)1I - 160% (cento e sessenta por cento): Curso Superior de Policia ou Curso Superior de Bombeiro-Militar;

1 I A - 165% ( cento e sessenta e cinto por cento): Curso Superior de PM ou BM e Curso de especilização;(*)

1 II - 110% (cento e dez por cento): Curso de Aperfeiçoamento ou equivalente, de Oficiais ou deSargentos ;

1 II - A - 125% cento e vinte e cinco por cento): Curso de Aperfeiçoamento ou equivalente e curso de especialização, de oficiais e sargentos;(*)

1 III - 95% (oitenta e cinco por cento): Curso de Especialização ou equivalente, de Oficiais ou deSargentos ;(*)

1 IV - 80% (oitenta por cento): Curso de Formação de Oficiais ou de Sargentos;

LEGISLAÇÃO BÁSICA DE BOMBEIRO-MILITARCBMERJ - EMG 39 BM/1(*)2 V - 75% (setenta e cinco por cento): Curso de Formação de Cabos e Soldados.

* sugestão de modificação da lei pois existe no CBMERJ um desestímulo muito grande a especialização dos BM´s. Além de terem que abdicar do convívio com as famílias durante o curso e terem que se dedicar integralmente até seu limite, a gratificação aumenta apenas em 5% do soldo e é perdida ao fazer curso de aperfeiçoamento que é obrigatório pra promoção. Com a nova redação o percentual de curso seria ajustado pra 15% e será mantido durante toda a carreira do militar. Essas são nossas principais aspirações, espero contarmos com vosso apoio.

Atenciosamente,

"ALIENAM VITA ET BONA SALVARE"

1º TEN BM EDUARDO DANTAS


Parabéns ao 1º Ten BM QOC Eduardo Dantas pela atitude e pela atenção à nossa causa.

A PMERJ já se movimenta para aprovar seu novo estatuto e nós estamos marcando passo!

A Carta Constitucional de 1988 já tem mais de 20 anos e nosso estatuto ainda não se adequou a ela, o que urge ser feito!

Essas reivindicações do Ten Dantas são apenas algumas das diversas mudanças que têm que ser feitas na "Bíblia" do Bombeiro Militar que é nosso EBM.


JUNTOS SOMOS FORTES

LAURO CÉSAR BOTTO MAIA

1º TEN BM QOC

PREVIDÊNCIA DOS MILITARES DO RIO DE JANEIRO.


Amigos leitores do DIÁRIO BOMBEIRO MILITAR, há muito tempo se debate nossos antigo e atual regimes de previdência e chegamos a um momento crucial. Nós, Bombeiros Militares do Rio de Janeiro, pouco nos interessamos por tudo o que diz respeito a nossa classe, inclusive algumas questões que ferem alguns direitos assegurados por legislações e pela Constituição Federal, mas esse pouco interesse tem custado muito caro à nossa dignidade, em nossos bolsos e em nossa moral enquanto militares que somos.

Alguns esclarecimentos têm que ser feitos acerca do nosso regime previdênciário, principalmente para que nossa tropa saiba da realidade que vivemos.

Não sou especialista no assunto, mas como me interesso por descobrir e divulgar aos demais companheiros, vão aí algumas descobertas e questões que considero interessantes esclarecer à Família BM RJ:

No final da década passada, o Estado do Rio de Janeiro possuía 5 regimes previdênciários distintos e independentes, contemplando carreiras diferentes, tais como militares estaduais, serventuários da justiça, servidores da saúde, educação e etc, o que vinha a contrariar nossa incontraríavel Constituição Federal que NÃO permite que haja mais de um regime previdênciário nos estados da federação, sob pena de sofrerem cortes nos repasses de verbas federais para os mesmos, EXCETUANDO-SE A PREVIDÊNCIA DOS MILITARES ESTADUAIS, que podem e DEVEM, possuir regime distinto dos servidores públicos civis. Mas como no Rio de Janeiro as leis demoram mais a serem respeitadas, fomos colocados no RIOPREVIDÊNCIA, que engloba todas as categorias de funcionários do governo do estado.

Nós, militares estaduais PM e BM, NÃO SOMOS SERVIDORES PÚBLICOS, SOMOS MILITARES ESTADUAIS! Portanto, em ver de sermos descontados algo em torno de 4% ao mês de nossos salários, tal como são os servidores públicos, DESCONTAMOS 11% para o RIO PREVIDÊNCIA. Ou seja, descontamos 7% a mais que o servidor público durante TODA nossa vida, TODA, uma vez que somos descontados até após passarmos para a inatividade!

Atualmente, nossos(as) pensionistas caem na "vala comum" do RIOPREVIDÊNCIA e são tratados como pensionistas de servidores que descontaram 1/3 do valor que nós descontamos durante toda nossa vida, sem ter assegurados alguns direitos, tais como não ter o direito a assistência médico-hospitalar em nosso hospital e policlínicas, dentre outros, você sabia?


Nós, militares PM e BM, sustentamos o enorme deficit que existe nos cofres do estado do Rio de Janeiro e temos nossa previdência administrada por servidores que não conhecem plenamente nossa realidade.

Regime previdênciário exclusivo para nós militares, significa autonomia na gerência da arrecadação de nossos descontos!

Significa tratamento justo a nossos ativos, inativos e pensionistas!

Significa a retomada de nossa dignidade após servir EXCLUSIVAMENTE à segurança da população!

Significa ter respeitado nosso direito de gerir nossos próprios recursos e não devemos abrir mão dele!


Na PMERJ e no CBMERJ, estão sendo estudados e elaborados alguns projetos que desvincularão nossa previdência do atual regime subordinado ao RIOPREVIDÊNCIA e devemos ficar atentos para que escolhamos o que será melhor para nós.

Nossos parlamentares têm que ficar atentos, daí a necessidade de pressioná-los constantemente, pois logo chegarão projetos na ALERJ e no Congresso tratando do assunto.

Hoje, 17 de Junho, em reunião no Clube dos Oficiais BM, tive a oportunidade de conhecer o projeto que estabelece o regime diferenciado para nós militares estaduais, PMERJ e CBMERJ, elaborado em 2001 pelo Cel BM Libânio , Diretor Jurídico da AOB, que será encaminhado à apreciação da comissão que criada pelo CBMERJ e PMERJ para estudo de nossa situação previdenciária.

Estamos atentos e ansiosos por mudanças positivas!

Parabéns ao Cel Libânio pelo projeto!

Você, Militar do Estado do Rio de Janeiro, esteja atento e não deixe pra se preocupar com sua previdência só quando for para a inatividade pois pode ser tarde demais e você não poderá mais fazer muita coisa, além de chorar!


JUNTOS SOMOS FORTES

LAURO CÉSAR BOTTO MAIA

1º TEN BM QOC

segunda-feira, 15 de junho de 2009

RECONHECIMENTO DA TROPA!


Recebi o comentário abaixo do Sgt BM Renato Neves, do DBM 1/2 Ramos, e o transcrevo, agradecendo o reconhecimento e, ainda, lembrando que o orgulho é meu de poder, mesmo que superficialmente, estar levando à reflexão, debate e discussão os assuntos de nossa caserna.


COMENTÁRIO:

"É motivo de orgulho ter o senhor à frente das causas dos bombeiros militares. Tudo começa com uma simples atitude e se espalha aos quatro ventos, ganhando força. A partir desse blog, temos refletido mais a respeito das mazelas da Corporação que tanto amamos, e olhando para as coisas boas, também. No mais, um grande abraço e firmeza no propósito.

SGT BM Renato Neves."


Sgt Renato Neves,

Saiba que você também é motivo de orgulho para o Corpo de Bombeiros. Mesmo com 09 anos de CBMERJ, já é 3º Sgt BM, tendo cursado no CFAP os CFC e CFS. Parabéns!

Lembro-me de quando fui seu companheiro de turma no CPrevEst, no ano de 2006, onde você demonstrava interesse e sabedoria naquela ocasião e mais tarde por servirmos juntos no DBM 1/2, onde uma passagem, que talvez você não lembre, me chamou à atenção também. Você estava no expediente da SAd e ao bradar uma saída para um princípio de incêndio você, sem que ninguém tenha solicitado, prontamente se equipou e incorporou nossa guarnição de Combate a Incêndio, que naquela ocasião contava com apenas 02 Bombeiros (01 linha). Parabéns!


JUNTOS SOMOS FORTES

LAURO CÉSAR BOTTO MAIA

1º TEN BM QOC

quarta-feira, 10 de junho de 2009

ESTAMOS VOLTANDO...

JUNTOS SOMOS FORTES
LAURO CÉSAR BOTTO MAIA
1º TEN BM QOC

Triste retrato de um Estado Brasileiro FALIDO!

VALE A PENA LER E REFLETIR
Desabafo de um empresário conhecido!
Leiam!
E assim o Brasil vai perdendo o bonde da história...
Silvino Geremia é empresário em São Leopoldo, Estado do Rio Grande do Sul.
Eis o seu desabafo: Acabo de descobrir mais um desses absurdos que só servem para atrasar a vida das pessoas que tocam e fazem este país: investir em educação é contra a lei . Vocês não acreditam? Minha empresa, a Geremia, tem 25 anos e fabrica equipamentos para extração de petróleo, um ramo que exige tecnologia de ponta e muita pesquisa. Disputamos cada pedacinho do mercado com países fortes, como os Estados Unidos e o Canadá. Só dá para ser competitivo se eu tiver pessoas qualificadas trabalhando comigo. Com essa preocupação criei, em 1988, um programa que custeia a educação em todos os níveis para qualquer funcionário, seja ele um varredor ou um técnico. Este ano, um fiscal do INSS visitou a empresa e entendeu que educação é salário indireto. Exigiu o recolhimento da contribuição social sobre os valores que pagamos aos estabelecimentos de ensino freqüentados por nossos funcionários, acrescidos de juros de mora e multa pelo não recolhimento ao INSS. Tenho que pagar 26 mil reais à Previdência por promover a educação dos meus funcionários? Eu acho que não. Por isso recorri à Justiça. Não é pelo valor, é porque acho essa tributação um atentado. Estou revoltado. Vou continuar não recolhendo um centavo ao INSS, mesmo que eu seja multado 1000 vezes. O Estado brasileiro está falido. Mais da metade das crianças que iniciam a 1ª série não conclui o ciclo básico. A Constituição diz que educação é direito do cidadão e dever do Estado. E quem é o Estado? Somos todos nós. Se a União não tem recursos e eu tenho, acho que devo pagar a escola dos meus funcionários. Tudo bem, não estou cobrando nada do Estado. Mas também não aceito que o Estado me penalize por fazer o que ele não faz. Se a moda pega, empresas que proporcionam cada vez mais benefícios vão recuar. Não temos mais tempo a perder. As leis retrógradas, ultrapassadas e em total descompasso com a realidade devem ser revogadas. A legislação e a mentalidade dos nossos homens públicos devem adequar-se aos novos tempos. Por favor, deixem quem está fazendo alguma coisa trabalhar em paz. Vão cobrar de quem desvia dinheiro, de quem sonega impostos, de quem rouba a Previdência, de quem contrata mão-de-obra fria, sem registro algum. Sou filho de família pobre, de pequenos agricultores, e não tive muito estudo. Completei o 1º grau aos 22 anos e, com dinheiro ganho no meu primeiro emprego, numa indústria de Bento Gonçalves, na serra gaúcha, paguei uma escola técnica de eletromecânica. Cheguei a fazer vestibular e entrar na faculdade, ma s nunca terminei o curso de Engenharia Mecânica por falta de tempo. Eu precisava fazer minha empresa crescer. Até hoje me emociono quando vejo alguém se formar. Quis fazer com meus empregados o que gostaria que tivessem feito comigo. A cada ano cresce o valor que invisto em educação porque muitos funcionários já estão chegando à universidade. O fiscal do INSS acredita que estou sujeito a ações judiciais. Segundo ele, algum empregado que não receba os valores para educação poderá reclamar uma equiparação salarial com o colega que recebe.. Nunca, desde que existe o programa, um funcionário meu entrou na Justiça. Todos sabem que estudar é uma opção daqueles que têm vontade de crescer... E quem tem esse sonho pode realizá-lo porque a empresa oferece essa oportunidade. O empregado pode estudar o que quiser, mesmo que seja Filosofia, que não teria qualquer aproveitamento prático na Geremia. No mínimo, ele trabalhará mais feliz. Meu sonho de consumo sempre foi uma Mercedes-Benz. Adiei sua realização várias vezes porque, como cidadão consciente do meu dever social, quis usar meu dinheiro para fazer alguma coisa pelos meus 280 empregados. Com os valores que gastei no ano passado na educação deles, eu poderia ter comprado duas Mercedes. Teria mandado dinheiro para fora do país e não estaria me incomodando com leis absurdas . Mas não consigo fazer isso. Sou um teimoso.. No momento em que o modelo de Estado que faz tudo está sendo questionado, cabe uma outra pergunta. Quem vai fazer no seu lugar? Até agora, tem sido a iniciativa privada. Não conheço, felizmente, muitas empresas que tenham recebido o tratamento que a Geremia recebeu da Previdência por fazer o que é dever do Estado. As que foram punidas preferiram se calar e, simplesmente, abandonar seus programas educacionais. Co m esse alerta temo desestimular os que ainda não pagam os estudos de seus funcionários. Não é o meu objetivo. Eu, pelo menos, continuarei ousando ser empresário, a despeito de eventuais crises, e não vou parar de investir no meu patrimônio mais precioso: as pessoas.
Eu sou mesmo teimoso." se voce é um empresário : Repasse!
Se voce é um jornalista : Publique!
Se voce é brasileiro : Divulgue!
É FALTA DE VERGONHA NA CARA!!!


Temos muito o que mudar...

Triste de nós brasileiros que vivemos num país que não dá valor a quem investe no ser humano e feliz dos funcionários da GEREMIA que trabalham numa empresa que trata seus funcionários como o bem mais valioso!

JUNTOS SOMOS FORTES
LAURO CÉSAR BOTTO MAIA
1º TEN BM QOC

terça-feira, 9 de junho de 2009

Hospital Central Aristarcho Pessoa - 64 anos de assistência hospitalar.


Notícias do CBMERJ!


"Além da missão de prestar atendimento médico-hospitalar e assistencial, incluindo-se exames complementares, aos militares ativos e inativos, dependentes e pensionistas, o HCAP realiza atividades de prevenção primária junto aos quartéis, demonstrando-se um valioso patrimônio da Corporação.
Coube à atual administração, composta pelo Diretor Técnico, Coronel BM médico Hélio Santos, e pelo Diretor Administrativo Coronel BM Luís Antônio Dias, empreender padrões de gestão modernos nas áreas administrativa e técnica com vistas a um atendimento de excelência. Desde que assumiram seus cargos, os diretores trataram de reformar os pavilhões feminino e masculino; a unidade materno-infantil; a fachada do bloco dos pavilhões; a lavanderia; o Centro Cirúrgico; a UTI; o hall do SPA e os ambulatórios.
Na área técnica, foram adquiridos equipamentos com tecnologia de ponta, como tomógrafo computadorizado, arco cirúrgico, videolaparoscopia (cirurgia por vídeo), desfibrilador para o SPA, sem contar a aquisição de novos leitos reguláveis e a reabertura da terceira sala do Centro Cirúrgico.
- Montamos uma estratégia com o propósito de modernizar todo o hospital para os bombeiros militares e familiares. Tanto aumentamos o número de profissionais de saúde quanto aprimoramos todas as especialidades através de tecnologia avançada - assim o Coronel médico Hélio Santos, Diretor Técnico, traduziu as reformas estruturais realizadas em vários setores do Hospital Central Aristarcho Pessoa (HCAP), com a finalidade de atender às exigências técnicas para torná-lo uma referência no sistema público de saúde.
Medalha de Ouro na última edição do PQ-Rio (prêmio de melhor instituição pública de saúde), o HCAP ainda promoveu intervenções para a renovação das Comissões Hospitalares, Expansão do Programa Domiciliar de Atendimento Pós-Hospitalar (PRODAPH ), Consolidação da Ouvidoria, revitalização da página do HCAP na internet e criação do Comitê Interno de Qualidade.
Hoje, o Quadro de Oficiais de Saúde do Hospital é composto por 132 médicos, 18 enfermeiros, seis fisioterapeutas, seis nutricionistas, duas fonoaudiólogas, duas psicólogas, uma farmacêutica e uma assistente social. Ao todo, a unidade possui uma força de trabalho composta por 183 oficiais, 407 praças e 30 civis, para dar atendimento hospitalar a cerca de 80 mil pessoas, entre militares da Corporação e seus dependentes.
Para se ter uma idéia da dimensão que o Hospital possui, o Centro de Tratamento Intensivo (CTI) possui sete leitos com camas elétricas novas, monitorização de todos os sistemas vitais, carrinho de RCP (ressuscitação cardiopulmonar), fisioterapia 24 horas, medicação total e televisões para conforto de todos os pacientes internados.
- Existe ainda um leito de isolamento, para pacientes suspeitos de doenças infecto-contagiosas ou para casos excepcionais, com espaço para acompanhamento familiar - afirmou o Major médico Max Pinheiro.
- Outro serviço cuja procura vem aumentando bastante é a cirurgia de obesidade mórbida. Das oito cirurgias realizadas recentemente, cinco foram em bombeiros militares, que voltaram ao trabalho normalmente, um mês após a operação - comemora o Chefe da seção de Cirurgia de Obesidade, Major médico Júlio Arêas Demaria da Silva, acrescentando que o HCAP é o único hospital público que faz esse tipo de cirurgia."


Há 29 anos atrás, tive a honra de dar meus primeiros choros e sorrisos no HCAP. Como sempre recorda minha mãe, e recordava meu falecido pai, gostei tanto da maternidade que fiquei internado por lá mais uma semana por ter nascido com icterícia.

Não fossem os primeiros cuidados recebidos em nosso HCB e a competência da equipe que "me trouxe ao mundo", talvez essas palavras não estivessem sendo escritas e lidas por aqui. Mas eu, meus irmãos e milhares de outros militares e familiares estamos aqui para atestar a importância e histórica competência de todos que fizeram e fazem a história do Hospital Central Aristarcho Pessoa.


Parabéns a todos os militares do Hospital Central Aristarcho Pessoa.

Muito nobre a missão que têm de cuidar da saúde dos homens e mulheres que se dedicam a cuidar da preservação da vida e do bem-estar da população fluminense.

Ficamos muito felizes de ver as melhorias e ansiamos que o hospital, assim como as policlínicas, possam crescer e se modernizar ainda mais, a fim de atender a crescente demanda provocada pelo último e maior concurso de ingresso para as nossas fileiras e também aos demais integrantes e famílias dos que já compunham nossa querida caserna.


JUNTOS SOMOS FORTES

LAURO CÉSAR BOTTO MAIA

1º TEN BM QOC


segunda-feira, 8 de junho de 2009

COLUNA DE WAGNER MONTES DO JORNAL "MEIA HORA"

Os Deputados, o Governdo do Estado e a PMERJ estão se movimentando para reformular o arcaico estatuto daquela corporação bi-centenária.
O Estatuto do CBMERJ já faz quase 30 anos e urge a necessidade de reformulá-lo, principalmente visando atender aos preceitos constitucionais da Carta da República de 1988.
Temos dois caminhos a seguir: Começamos a debater e elaborar um novo estatuto para nossa corporação ou, mais uma vez, deixaremos que decidam por nós!
Qual a melhor saída?
JUNTOS SOMOS FORTES
LAURO CÉSAR BOTTO MAIA
1º TEN BM QOC

MAJOR DE POLÍCIA WANDERBY - O SISTEMA QUER CALAR A SUA VOZ, PORÉM ELE FARÁ HISTÓRIA NA AME/RJ.


O "SISTEMA" já fez de tudo para calar a sua voz...
Ele já foi movimentado várias vezes.
Ele já foi colocado na DGP (geladeira), algumas vezes, permanecendo sem função.
Foi preterido em promoções.
A Comissão de Promoção de Oficiais já atribui a ele grau inferior a 2,0.
Ele já foi excluído do Quadro de Acesso por Merecimento.
E, agora, está sob ameaça de ser excluído da Polícia Militar.
Tentam de tudo, mas ele não se cala na defesa da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar.
É um dos líderes do histórico movimento cívico denominado "40 da Evaristos".
O "SISTEMA" treme diante da possibilidade do Major de Polícia Wanderby vencer as eleições para presidência da AME/RJ, antigo Clube dos Oficiais da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar.
O "clube" voltará a ferver!
Wanderby não faz acordos e o "SISTEMA" sabe que terá um opositor aguerrido, idealista e destemido, alguém que não pode ser controlado pelo poder político.
Ele fará história como presidente da AME/RJ e contribuirá efetivamente para que possamos reescrever a história gloriosa das Instituições Militares Estaduais.
Os vivos e os mortos devem votar no Major de Polícia Wanderby.
A sua vitória já estava escrita antes do paraíso, como diria o saudoso Nelson Rodrigues.
JUNTOS SOMOS FORTES!
PAULO RICARDO PAÚL
CORONEL DE POLÍCIA
CORONEL BARBONO
Esse eu assino embaixo, literalmente!
Infelizmente o estatuto da AME/RJ não permite que associados a menos de um ano antes da eleição tenham direito a voto, mas, Maj Wanderby, pode ter a máxima certeza que poderá contar com todo meu empenho e apoio para a eleição e posterior administração da AME/RJ, uma vez que a eleição será vencida pela CHAPA IDENTIDADE!
Os Oficiais do CBMERJ, associados à AME/RJ, têm o dever de votar no destemido, honrado e fiel representante dos Bombeiros e Policiais Militares que já provou ser o Maj Wanderby, no dia 19 de Agosto de 2009.
Mesmo não tendo direito a voto, ainda nesta semana estarei me associando a mesma e convoco os demais Oficiais BM e PM que ainda não se associaram a fazerem o mesmo.
A história dos Militares Estaduais do Rio de Janeiro começara a ser contada de outra forma, a partir da assunção da diretoria pela CHAPA IDENTIDADE!
JUNTOS SOMOS FORTES
LAURO CÉSAR BOTTO MAIA
1º TEN BM QOC

ENTREVISTA COM O CEL PM PAÚL , pelo repórter Ricardo Gama.

Parabéns ao repórter Ricardo Gama e, principalmente, ao Cel PM Paúl pela entrevista e pela incessante luta contra a triste realidade vivida pelos Bombeiros e Policiais Militares do Rio de Janeiro de Sérgio Cabral e do PMDB.

JUNTOS SOMOS FORTES

LAURO CÉSAR BOTTO MAIA

1º TEN BM QOC

PELO CAP BM SALMA

Post extraído do blog CBMERJ ALERTA (http://www.cbmerjalerta.blogspot.com/):


"Domingo, 7 de Junho de 2009

O retorno!


Há dois anos um grupo de Bombeiros e Policiais Militares, preocupados com a qualidade dos serviços prestados a população se reuniu com o propósito de formular propostas que iriam melhorar as condições de trabalho e consequentemente o serviço prestado a comunidade.
Desfrutando dos direitos constitucionais e integralmente dentro da disciplina militar, nós fomos às ruas, em trajes civis, desarmados, nos nossos dias de folga, mostrar para a sociedade porque vivemos nessa guerra urbana e que o nosso atual governador não cumpriu suas promessas de campanha eleitoral!
- Recebemos o pior salário do Brasil;
- Somos obrigados a trabalhar quantas horas nosso governador decide que trabalhemos, o que pode chegar a mais de 72 horas de trabalho por semana;
- Não recebemos por horas extras de trabalho;
- Muitas de nossas viaturas trafegam sem as mínimas condições de segurança
- Muitos de nossos equipamentos de combate e proteção individual são ineficientes ou simplesmente não foram adquiridos pelo Estado;
- Não temos auxílio alimentação, muitos de nossos ranchos nos humilham dia a dia pela péssima qualidade de comida servida ao militar;
- Não recebemos auxílio para o transporte, onde chegamos a empenhar 50% dos nossos soldos apenas com o transporte para o trabalho.
Ciente de que as atuais condições de trabalho só favorecem a prestação de um péssimo serviço, fomos as ruas.
Fomos severamente perseguidos, o Governador mudou a lei para aposentar prematuramente os “Coronéis Barbonos” e um processo de perseguição aos idealizadores se iniciou, muitos foram transferidos para o interior do estado e alvos de processos administrativos, que podem culminar na exclusão de um policial honesto e competente: o Major Wanderby!
Cidadão, de quantos péssimos servidores públicos e profissionais corruptos você já tomou conhecimento? Quantos ainda, apesar de sua comprovada incapacidade de servir ao cidadão, continuam abusando do dinheiro público?
Enquanto isso, nosso governo se esforça em botar pra rua um Policial competente e honesto!
Está na hora do Basta!
Vamos valorizar a “Banda Boa” do serviço público, aqueles que realmente querem o benefício da comunidade e não o seu benefício próprio!
Vamos as ruas!

Dia: 20 de Junho.
Hora: 10:00h.

Local : Praia de Ipanema."


EM AGRADECIMENTO AO CEL PM PAÚL



Post publicado no blog do Cel PMRJ Paúl (www.celprpaul.blogspot.com):




"Sábado, 6 de Junho de 2009

OFICIAL DO CBMERJ CONHEÇA A SEDE DA SUA ASSOCIAÇÃO NA BARRA DA TIJUCA - RIO DE JANEIRO.
No dia 31 de maio de 2009 (domingo), atendendo convite do Tenente Bombeiro Militar Lauro Botto, que aniversariava, comparecemos à festa realizada na Associação dos Oficiais do CBMERJ.
Infelizmente, não pudemos demorar, porém ficamos o tempo suficiente para um agradável bate-papo e para perceber a importância daquele espaço como um local de congraçamento da família Bombeiro Militar.
Situada em local muito valorizado, ocupando um grande terreno, certamente com uma boa administração, a sede tem tudo para prosperar e servir como um local para repor as energias, diante da vida profissional estressante dos heróis do fogo.
E, da mesma forma, se constituir em um ótimo local para reunir os Militares Estaduais, que devem buscar cada vez uma maior união, na busca dos interesses comuns aos Policiais Militares e aos Bombeiros Militares.
Foi um prazer para nós."









Cel Paúl,

Muito obrigado pela presença no evento e mais ainda pela divulgação da NOSSA associação em vosso blog. Realmente aquele ambiente é uma conquista magnífica e há de ser valorizado por nossos oficiais.

A atual diretoria vem se esforçando para tornar o ambiente cada vez mais atrativo aos nossos sócios e amigos para que possamos fazer de lá um ambiente de congregação, lazer e debate de nossas profissões.

Minha continência, meu abraço e o voto de uma ótima semana para o senhor.

JUNTOS SOMOS FORTES

LAURO CÉSAR BOTTO MAIA

1º TEN BM QOC

TRISTE REALIDADE DO RJ

Postado no blog do Cel PMRJ Paúl (http://www.celprpaul.blogspot.com):



R$ 30,00 por dia, o valor da vida de um Policial Militar ou de um Bombeiro Militar.
Rio de Janeiro, os piores salários do Brasil.
JUNTOS SOMOS FORTES!
PAULO RICARDO PAÚL
CORONEL DE POLÍCIA
CORONEL BARBONO

BLOGOSFERA DA SEGURANÇA PÚBLICA É NOTÍCIA NO "O DIA"

Clique nas imagens para ler a matéria completa:


Extraído da matéria do jornal O DIA:
"LEIA MAIS:
- Blogosfera Policial: reúne mais de 60 blogs. (
www.blogosferapolicial.com.br).
- Blog do Coronel Antônio Elias: É o do comandante-geral da PM de Goiás. (
www.coronelantonio.com.br)
- Diário do Stive: Blog pioneiro da PM goiana. (
www.stive.com.br)
- Abordagem Policial: Página do cadete Danillo Ferreira. (
www.abordagempolicial.com.br)
- Wanderby Medeiros: Página do major da PM do Rio. (
www.wanderbymedeiros.blogspot.com)
- Blog do Coronel Paúl: Blog do coronel e ex-corregedor da PM do Rio, Ricardo Paúl. (
www.celprpaul.blogspot.com)".

O século XXI está aí e a informação é a chave para o sucesso.
Parabéns aos companheiros policiais que deram "o ponta-pé inicial" na criação da blogosfera policial e incentivaram a criação deste e de vários outros blogs interessantes às atividades de segurança pública, como a de bombeiro militar.
recomendo aos leitores do DIÁRIO BOMBEIRO MILITAR que conheçam também os blogs:
- CBMERJ ALERTA, do Cap BMRJ Salma: www.cbmerjalerta.blogspot.com
- RIJA LUTA AOS HERÓIS, do Cap BMRJ Vitoriano: www.aosherois.blogspot.com
- CORDEL DA BOLA DE FOGO, do Cb BMRJ Sardella: www.cordeldaboladefogo.blogspot.com
JUNTOS SOMOS FORTES
LAURO CÉSAR BOTTO MAIA
1º TEN BM QOC

sábado, 6 de junho de 2009

VIII ENCONTRO NACIONAL DE ENTIDADES MILITARES ESTADUAIS



04.Jun.2009 Eneme: deputados federais oficiais militares estaduais defendem ciclo completo e mobilização




Após a solenidade de abertura, ocorrida na noite de ontem, os trabalhos do VIII Encontro Nacional de Entidades de Militares Estaduais – ENEME, foram iniciados hoje pela manhã, no auditório do Hotel Caiçara, em João Pessoa (PB). Mediado pelo assessor parlamentar da Polícia Militar do Estado de São Paulo (PMESP) coronel da reserva Elias Miller da Silva, o painel “A Defesa das Instituições Militares Estaduais e seus integrantes no Congresso Nacional” reuniu três deputados federais que são oficiais da Polícia Militar: coronel PMESP Jairo Paes de Lira, major PMPB Fábio Rodrigues de Oliveira e capitão PMES Lucínio Castelo de Assumção.

O deputado Paes de Lira (SP) defendeu a formação de uma frente parlamentar para atuação junto ao Congresso Nacional e nas Assembléias Legislativas. “Temos de deixar de ser o gigante adormecido. É hora de começar a fazer as coisas acontecerem, pelo convencimento e pela mobilização”, disse

O major Fábio (PB) defendeu a PEC 300 que propõe equiparar os vencimentos das Policias Militares e Bombeiros Militares de todas as unidades da federação com os praticados hoje pelo Distrito Federal. Já o capitão Assunção (ES) enfatizou a busca das polícias estaduais pela realização, por elas, do ciclo completo de polícia.

(Capitão PMSC Alessandro Marques)
Transcrito do site da FENEME: www.feneme.org.br

VII ENCONTRO NACIONAL DE ENTIDADES DE MILITARES ESTADUAIS

"05.Jun.2009 Eneme: Senasp enfatiza importância da Conferência Nacional de Segurança Pública.

Secretaria Nacional de Segurança Pública reconhece e credencia trabalho da Feneme.


Impossibilitado de comparecer no VIII Encontro de Entidades de Militares Estaduais (Eneme), o Secretário Nacional de Segurança Pública, Ricardo Balestreri, foi representado pelo coordenador-geral de Operações da Força Nacional de Segurança Pública (FNSP), coronel da reserva Edson Costa Araújo (PMGO), o qual falou sobre o tema “As Instituições Militares Estaduais no Sistema de Segurança Pública do Brasil”.

De acordo com o coronel Edson, a Federação Nacional de Entidades de Militares Estaduais (Feneme), embora criada recentemente, é uma entidade que, com sua seriedade e representatividade, possui toda credibilidade e reconhecimento junto ao Ministério da Justiça.

O palestrante destacou que, no âmbito do Estado democrático de Direito é a primeira vez que as atores da segurança pública em conjunto com a sociedade organizada, definirão os novos rumos do setor em nível federal. Após a realização das conferências livres, municipais e estaduais, acontecerá no mês de agosto a 1ª Conferência Nacional de Segurança Pública (Conseg), que pretende propiciar a efetiva melhoria da qualidade de vida de todos os brasileiros.

MENSAGEM – Em mensagem enviada aos participantes do VIII Eneme, o secretário Ricardo Balestreri reconheceu a importância do trabalho desenvolvido pelas Instituições, por serem a única e última instância do poder público presente em todos os municípios brasileiros em contato perene com a população. A Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) viabilizou a participação de policiais e bombeiros militares de vários estados do país no Encontro.

“Os militares dos Estados são os verdadeiros operadores da segurança pública e não devem ser isolados, esquecidos. É nesse contexto que a Senasp pretente, cada vez mais, valorizar as funções e atribuições legais dos nossos profissionais militares dos Estados”, disse o secretário.

O documento ainda frisa a criação, na FNSP, do Batalhão Escola de Pronto Emprego, a Companhia de Operações Ambientais e o Grupamento de Busca e Salvamento.

O VIII Eneme, que ocorre em João Pessoa (PB), encerra na noite desta sexta-feira.

(Capitão Wallace Carpes / capitão Alessandro Marques)"
Transcrito do site da FENEME: www.feneme.org.br
*Os oficiais do CBMERJ estiveram lá representados pelo Cel BM RR Nascimento - Presidente da Associação de Oficiais Bombeiros / RJ.
Podemos perceber que há uma movimentação nacional em torno da valorização dos responsáveis pela segurança pública nos estados (PM e CBM) e na padronização administrativa e operacional de nossas instituições. Pena que o Rio de Janeiro caminha na contra-mão da realidade e ainda não despertou para o ciclo completo de polícia, através da lavratura dos termos circunstanciados pelos militares estaduais e, muito menos, atenda os preceitos constitucionais, subordinando o CBMERJ à Secretaria de Saúde, diferentemente do que determina a CF de 1988.
JUNTOS SOMOS FORTES
LAURO CÉSAR BOTTO MAIA
1º TEN BM QOC

CABRAL QUER PMs TEMPORÁRIOS! Direto do MILITAR LEGAL.


O governo do estado do RJ resolveu inovar e em conjunto com a ALERJ quer alterar a legislação para contratar cidadãos dispostos a exercer a função de soldado PM por um prazo de até três anos, prorrogável por mais dois. Os PMs temporários seriam destacados para o policiamento ostensivo a pé na capital, cuidando de casos onde o risco seria menor.
Caso essa proposta seja implementada, será o princípio do fim da Polícia Militar no Brasil !





Péssimo para a Polícia Militar, para a população fluminense e também para o Corpo de Bombeiros, que também seria "agraciado" com essa proposta.


Segurança Pública não é laborátório e não se faz com amadorismo e descompromisso.

Em vez de experimentar essas propostas "mirabolantes" e "espetaculosas", deveriam, como nunca antes tentado, mas comprovadamente eficiente, valorizar os militares estaduais, assim como o fazem com todos os demais servidores das diversas intituições capituladas no Art. 144, da CF de 1988. Deveriam investir na qualificação profissional e na justiça salarial de seus militares. Essas, sim, seriam medidas eficientes e LEGAIS! Mas isso é óbvio demais para nossos governantes compreenderem


JUNTOS SOMOS FORTES

LAURO CÉSAR BOTTO MAIA

1º TEN BM QOC

PEC 300 - EU ACREDITO! Por Luiz Henrique Sardella, Cb BM.

Um dia desses eu fui fazer inspeção de Saúde na Policlínica de Niterói em Jurujuba, com meus companheiros de farda, Moore, Pablo e Cabral. No corredor, esperando para fazer o tal eletro, surgiram vários assuntos, dentre piadas, fofocas, bisús, falou-se no inevitável: A PEC 300.Fiquei em silêncio o tempo todo durante este assunto, justamente para "pescar" qual seria a opinião da tropa em geral, já que naquele corredor se encontravam bombeiros de todo o Estado.Minha surpresa foi grande ao constatar que, infelizmente, os bombeiros não estão muito engajados nessa luta. Muitos deles acham que é um sonho intangível, outras tratam até como piada.Porém, como eu não queria entrar no assunto e parecer que eu estava dando uma de "Messias", fiquei quieto e deixei o assunto se desfazer, sem opinar.Mas, como diria Marcelo D2, "com o microfone eu tenho a faca e o queijo", e neste blog eu posso falar o que quero e penso.Pois é gente, eu acredito na PEC 300! Podem rir, podem zoar... Mas não é porque acho que os deputados e senadores sejam bonzinhos, ou porque realmente eles queiram valorizar a segurança pública num todo. Não! Pelo contrário, acredito que 95% destes políticos estejam preocupados com seus bolsos e com as próximas eleições. E é justamente aí que está o pulo do gato!Se nos mobilizarmos, mandando e-mails e telefonando o máximo de vezes possível o que ocorrerá? A estatística de possíveis eleitores atrairá a atenção deste políticos. Então se chegarem 10 milhões de mensagens favoráveis à PEC 300, os políticos estarão diante de possíveis 10 milhões de votos!!! Que é justamente o que eles querem: votos!Em contrapartida, terão a certeza, de que se votarem contra a PEC, terão 10 milhões de inimigos contra sua eleição.Por isso gente, a hora é agora! Vou deixar aqui o número de telefone e o e-mail para onde as mensagens deverão ser enviadas e a página para assinar o abaixo assinado.


Telefone: 800 619 619






Abaixo assinado: Clique aqui.



Se ainda não entende direito do que se trata a PEC 300, aqui vai um pacote explicando tim-tim por tim-tim. O que é a PEC 300/08?