quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

GUARDA-VIDAS - UMA DÁDIVA DIVINA!





Afirmo categoricamente que privilégios destroem direitos. Vivemos numa sociedade que todos, salvo algumas raríssimas excessões, buscam privilégios.E estes privilégios podem estar sob diferentes formas...Mas é nesse ambiente de incessante busca que, por vezes, paramos e pensamos o que estamos fazendo de nossas vidas; a necessária reflexão, que todos temos ou deveríamos ter, nos leva a conclusões diferentes, nos fazem trilhar caminhos diversos e optar de forma diversa...e essa diversidade é que, talvez nos faça sermos tão diferentes apesar de tão semelhantes...contudo quero focar no próprio exercício da reflexão, no momento introspectivo em que você se pergunta se o que você tem feito é bom?é mal?se suas ações gerarão consequências boas?se suas escolhas, que refletem seu caráter, estão "certas"??o que é certo?o que é errado?Talvez não haja tantas dúvidas em suas reflexões, talvez você saiba exatamente o que você faz, o sentido disso e o valor que isso tem...mas confesse a você mesmo...é exatamente isso que você sonhou?Isso é o que te deixa em paz, acalma seu ímpeto?
O mundo não é perfeito e precisamos viver, sobreviver; temos objetivos, metas, desejos, anseios que sempre queremos que sejam atingidos, se possível pra agora...mas nessas datas especiais, acredito que as pessoas desaceleram um pouco e põem na balança suas realizações e suas aspirações, fazendo um saldo naquilo que viveram durante um período de tempo considerado...A data de hoje me trouxe o ímpeto de descrever o privilégio que é ser Guarda-Vidas nas belas praias do Rio de Janeiro. Estou certo que nesse momento você leitor irá, talvez pela primeira vez desde que começou a ler este texto, concordar em gênero, número e grau com minha afirmação:sou Guarda-Vidas, sou um privilegiado. Trabalho, se é que posso assim dizer, no lugar onde as pessoas se divertem, onde a sociedade carioca exerce sua moda, exibe seus belos corpos sarados, onde "aquece" sua economia no turismo e na ampla gama de atividades do terceiro setor. É, você tem toda razão de concordar que o meu saldo é muito positivo, já que eu vivo de sunga e camiseta, sempre praticando esportes, vendo a beleza pouco coberta e ainda recebo pra isso...Talvez você desconheça que hoje, dia 28 de Dezembro, é o dia do Guarda-Vidas, uma data em que comemoramos os anos de existência dessa profissão privilegiada...você não sabia?Pois não se espante em não saber isso, não se espante em não saber quão árduo é o treinamento para os que aspiram ser Guarda-Vidas, reconhecidamente os piores treinamentos seletivos do Corpo de Bombeiros no Rio de Janeiro. Você também não sabe que trabalho 365 dias no ano, faça aquele lindo sol de fim de semana ou aquela densa chuva que te faz pensar: "Meu Deus....Será que chego em casa hoje?". Você não sabe, mas faça chuva, faça Sol, estamos lá prontos à atender um chamado da população. O dia 28 de Dezembro é só mais um dia, mas para nós é o momento em que refletimos. Momento de por na balança a indescritível dor de perder um afogado, momento de pesar as inquietantes horas em que trabalhamos sobre uma vítima de afogamento para que ela ressuscite pelo ar que aspiramos em seus pulmões ou pela compressão de seu peito por nossas mãos, fazendo-a renascer; é data pra entender que nosso privilégio está naquilo que somos: a diferença entre a vida e a morte. Não, nunca vamos esmorecer, pois aprendemos cedo a respeitar e a entender as forças da natureza, que insistem em nos fustigar e exaurir nossa vitalidade e saúde; Não há política discriminatória que conseguirá apagar o brilho de nossa escolha, pois nossa recompensa não é material, talvez você não saiba também. Se dedico minhas energias, minha força em outras atividades para que possa viver com alguma dignidade, já que meu reconhecimento financeiro não me permite isso; tenha certeza meu caro leitor, que se fosse diferente, se a recompensa financeira pelo meu trabalho fosse digna, não exitaria um segundo em ser integralmente um guarda-vidas; pois já o sou. Minha alma é GV e pra sempre será. Posso, então, me declarar privilegiado pela dádiva que nosso Grande Arquiteto me deu, ser um GV é uma dádiva, uma benção...e, ao olhar pro meu lado vejo os verdadeiros heróis do meu tempo, que não são de discursos, faixas, inaugurações, festas, shows...são homens de bem que fazem a diferença, que salvam o seu filho, seu irmão, um seu parente, conhecido, amigo...permitindo que a vida lhes seja continuada...algo que somente Deus e os que Nele acreditam sabem quantificar o valor. Obrigado por conhecer um pouco mais sobre mim...


-----------------------------------------------------
Alessandro Gustavo Bernardino Silva
1º Ten BM QOC
JUNTOS SOMOS FORTES!

12 comentários:

  1. 1º SGT. BM Valdelei29 de dezembro de 2010 08:33

    Sim Cap. Lauro, o Ten BM e Guarda-Vidas foi feliz e verdadeiro em seu texto, GUARDA-VIDAS - UMA DÁDIVA DIVINA! E eu sei vivi e sobrevivi e vivo essa profissão, e me orgulho muito dela, já deixei semente no GMar, o meu filho também é Guarda-Vidas, e vibra também com essa profissão.

    " E QUE SEJA O MAR COM SEUS SEGREDOS
    E MISTÉRIOS, O LOCAL DE ONDE RETORNAREMOS
    APÓS A CADA SALVAMENTO, COBERTOS DE AREIA E GLÓRIAS "

    " A QUALQUER HORA, EM QUALQUER TEMPO, COM QUALQUER MAR "

    GUARDA-VIDAS, GMARRRRRRRRRRRRRRR!!!!!!!

    ResponderExcluir
  2. Muito show!!! Minhas continências Tenente!!! Existem pessoas, principalmente nas mais altas esferas de poder em nosso país, que se um dia tiveram pensamento semelhante,este já foi esquecido, hoje só pensam em se dar bem, vendendo até suas almas pelo vil metal e pelo que ele proporciona. Hoje, infelizmente pouquíssimas pessoas possuem o pensamento de ajudar ao próximo e felizmente ainda existem essas pessoas, sinal de que nem tudo está perdido e me orgulho de fazer parte de uma Corporação na qual grande parte de seus integrantes ainda ajudam ao próximo, sem esperar nada em troca, seja GV, combatente ou enfermeiro, pois a não ser os sorrisos agradecidos, os apertos de mãos e os abraços daqueles que foram salvos ou de seus parentes, não existe nenhum reconhecimento por parte das autoridades mesmo.
    Como relatado no texto da postagem, se nosso salário nos permitisse viver com o mínimo de dignidade seríamos os profissionais mais realizados do mundo, por enquanto, nos realizamos com o reconhecimento da população somente que é o que nos dá o orgulho de vestir essa farda e fazer parte dessa imensa família que estão tentando destruir, jogando uns contra os outros, mas que não deixaremos.

    ResponderExcluir
  3. Eu fico contente quando mar esta de ressaca.
    Pego o pé de pato e vou tirar um jacaré. Mais, quando levo um caixote. Rolando na areia fico dando gargalhadas.
    Para ser um herói, basta uma sunga e um pé de pato.
    GMAR celeiro de HERÓIS.
    Reynoso Silva

    ResponderExcluir
  4. 3º SGT BM Pessanha 2º Gmar29 de dezembro de 2010 19:56

    Só é guarda vidas aquele que carrega no peito a cor e o cheiro do mar, no corpo as cicatrizes de grandes salvamentos e no dia a dia de serviço a certeza de salvar vidas e ainda traz na alma o Dom de Deus de ser anjo do mar.

    ResponderExcluir
  5. Aproveito para fazer as homenagens, aqueles que com coragem, determinação e muito trabalho, assumiram o Salvamar, com o risco da própria vida.
    Na praia da macumba no Recreio dos bandeirantes do seio da tropa do CBMERJ, nos anos 80, "mesmo como alunos e ainda de camiseta branca" determinados assumiram, surgiu, o que hoje são os maiores guarda-vidas de todo planeta e que contribuem e muito com 98% de aprovação do bombeiros em todo mundo. Saudações e minhas continência.
    Reynoso Silva Cidadão Bombeiro

    ResponderExcluir
  6. A CONSCIÊNCIA,A RENOVAÇÃO,A ESCOLARIDADE,O COMPROMISSO...são elementos que possibilitarão uma tropa ainda mais preparada para o futuro...QUE DEUS NOS ABENÇOE e que os deuses,de barro,se aposentem logo...KKKKKKK....

    ResponderExcluir
  7. ESTAR SEMPRE PRONTO PRA COMPRIR QUAL QUER MISSÃO,
    RAÇA,FORÇA E FÉ...OGRIGADO SENHOR

    ResponderExcluir
  8. Só é guarda vidas: Aquele que traz no seu peito o cheiro e a cor do mar,...A marca de sangue dos seus mortos,...O orgulho dos grandes salvamentos,...E a certeza da luta no seu dia a dia de trabalho. Autor: SGT BM TIBIRIÇÀ, chefe do serviço de guarda vidas das praias dos bandeirantes e pontal de sernambetiba posto12 rj.

    ResponderExcluir
  9. ROBERTO CACHORRÃO TENENTE BM COMBATENTE.26 de abril de 2011 09:17

    Salvar vidas este é o nosso dever e temos orgulho de cumprir seja guarda vidas,combatente ou enfermeiro digo os camisa vermelhas pois samos todos irmãos.
    Por isso devemos nos juntar a este movimento para poder olhar nos olhos de nossos familiares de dizer consegui salvei minha alma minha dignidade e o orgulho de ser BOMBEIRO.

    ResponderExcluir
  10. GUARDA-VIDAS TEMPORÁRIOS

    PATROCÍNIO:





    A atividade de Guarda-Vidas é desenvolvida pelo Corpo de Bombeiros, através do SALVAMAR PAULISTA (17º Grupamento de Bombeiros), cujo efetivo é de 566 Profissionais, distribuidos em 14 municípios do Litoral Paulista (Ubatuba, Caraguatatuba, Ilha Bela, São Sebastião, Bertioga, Guarujá, Santos, São Vicente, Praia Grande, Mongaguá, Itanhaém, Peruíbe, Iguape, Ilha Comprida).
    Através de parceria com a PETROBRAS estão sendo empregados outros 215 Guarda-Vidas temporários (ver tabela abaixo), o que representa um reforço sobre o efetivo atual, visando melhorar as condições de segurança para os banhistas.
    Os GUARDA-VIDAS TEMPORÁRIOS foram selecionados em disputados concursos. Eles receberam treinamento onde aprenderam a desenvolver técnicas de conhecimentos sobre o mar, prática de salvamento e de recuperação de afogados, entre outras matérias, num total de 78 horas-aula.

    ResponderExcluir
  11. Enquanto nós, super herois temos que dobrar serviço para guarnecer as praias do nosso litoral, até quando vamos aguentar essa batida...juntos somos fortes, um abraço para os guarda vidas da costa verde...

    ResponderExcluir
  12. queriamos que nos reispeitassemos por dedicarmos no ssas vidas a salvar vidas bombeiros guarda vidas 12/90

    ResponderExcluir