segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

PEC 300 - MANIFESTAÇÃO NA CANDELÁRIA EM 10/12 - DISCURSO DO 1º SGT VALDELEI

4 comentários:

  1. É com grande satisfação que constato que ainda existem Bombeiros com ¨B¨ maíusculo nessa Corporação.
    PARABÉNS VALDELEI!!!!!!

    ResponderExcluir
  2. 1º Sgt.BM Valdelei13 de dezembro de 2010 18:57

    E fazendo também o meu comentário, deixo aqui as minhas críticas CONSTRUTIVAS, para que em outra(s) oportunidades não se repita os erros.


    1- Este encontro aqui no Rio de Janeiro foi deliberado em Brasília, no dia 24/11/2010 entre todos os presentes, e principalmente das Associações de classes, da Policia Militar, Poícia Civil e Corpo de Bombeiros em uma das nossas reuniões no plenarinho.


    2- Que todas Associações do Brasil deveriam fazer uma doação, para uma divulgação através da mídia televisada explicando toda a população a necessidade da aprovação da PEC 300, e por sua vez a cobrança aos Deputados desta votação e aprovação.


    3- E foi sugerido também caso a PEC 300 não fosse aprovada até a posse da presidente Dilma, que nós Policiais e Bombeiros de todo Brasil iríamos à Brasília no dia da sua posse.


    Agora as minhas críticas;


    1- Divulguei ao máximo este encontro, e dei o nome de ENCONTRO NACIONAL DE POLICIAS E BOMBEIROS DO BRASIL, aqui no Rio de Janeiro, e esta sugestão foi bem aceita, tanto que em todas as capitais ficaram sabendo do encontro (evento).
    2- Não soubemos explorar a ampla divulgação deste encontro, nunca antes a mídia deu tanto destaque a nossa classe, deveríamos escolher um representante e marcar uma coletiva com a imprensa.


    3- Foi divulgado pela própria imprensa que nós BOMBEIROS e POLICIAS faríamos uma caminhada da candelaria a cinelandia no dia 10/12/2010.

    Fato que não ocorreu, os presidentes de Associações deliberaram essa idéia e sem consultar os associados e classe decidiram NÃO CAMINHAR ATÉ A CINELANDIA.


    4- O nome era ENCONTRO NACIONAL DE POLICIAIS E BOMBEIROS DO BRASIL aqui no Rio de Janeiro, e não houve nehuma assembléia ,e em nenhum dos dois dias nada foi decido e deliberado após o encontro.


    5- A nossa classe já está desmotivada, se continuar essa desorganização, falta de estratégia, e não cumprimento dos acordos, cada vez mais ficaremos enfraquecidos e menos POLICAIS e BOMBEIROS não estarão presentes aos chamados.

    Estratégias e Sabedorias
    Sun Tzu, foi um profundo conhecedor das manobras militares e escreveu A ARTE DA GUERRA, ensinando estratégias de combate e táticas de guerra. Súdito do rei da província de Wu, viveu em turbulenta época dos Estados guerreiros na China, há 2.500 anos e era um filósofo-estrategista que comandou e venceu muitas batalhas. Com inteligência e argumentos muito racionais, o autor expôs a importância da obediência, disciplina, planejamento e motivação das tropas. É uma obra original e valiosa porque é considerado o mais antigo tratado de guerra e hoje parece destinada a secundar a guerra das empresas no mundo dos negócios.
    A lição que se tira da obra é que a primeira batalha que devemos travar é contra nós mesmos. Para atingir uma meta, o autor ensina, que é necessário agir em conjunto, conhecer o ambiente de ação, o obstáculo a ser vencido e, é claro, conhecer seus próprios pontos fortes e pontos fracos. A grande sabedoria é obter do adversário tudo o que desejar, transformando seus atos em benefícios.
    Em relação aos comandados, é preciso manter uma disciplina rígida, ser respeitado, ter prestígio, ser temido. Para isso é preciso agir rápido à medida que as infrações ocorram. A superioridade numérica isolada não confere vantagem, mas a determinação de um líder sim. A energia deste, será fundamental para a vitória, mas não se trata uma energia cósmica ou religiosa, e sim da vontade de agir e conseguir conquistar objetivos.
    Seus princípios podem ser aplicados, por indivíduos no confronto com seus oponentes, exércitos contra exércitos e empresas contra suas concorrentes.
    Embora não se saiba ao certo se Sun Tzu existiu ou é uma figura lendária, os escritos são de Se-Ma Ts´ien, do século I a.C. e a tradução do padre Amiot é a primeira versão que se conhece no Ocidente.


    1º Sgt. BM Valdelei CBMERJ.

    ResponderExcluir
  3. Parabéns sgt. Valdelei por sua atitude nobre de abrir seu coração e falar de sua insatisfação do salário de bombeiro e partidarismo que existe na corporação , pois alguns ganham gratificações enquanto a maioria da tropa fica esquecida de bolso vazio , e o que dizer dos compampanheiros da reserva ? pior ainda. Nobre sgt. Valdelei , sei que você tem imúmeros salvamentos nas praias, muitas vidas salvas, porém sei que para esse grupo de politicos , não representa nada . Peço A Deus que Ele nâo permita que haja qualquer espécie de perseguição a sua carreira de quase 30 anos de serviço prestado a população . Deus te abençõe

    ResponderExcluir
  4. Cabral: "Quem é aqui que não teve uma namoradinha que teve que abortar?"
    Adauri Antunes Barbosa

    SÃO PAULO. O governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, voltou a defender a legalização do aborto nesta terça-feira durante um evento em São Paulo voltado a empresários de negócios, chamando de "hipocrisia" a falta de discussão sobre o tema

    - Quem é aqui que não teve uma namoradinha que teve que abortar? - perguntou o governador, depois de afirmar que as clínicas de aborto são comuns no país, que antecipadamente se defendeu: - A gente engravida uma moça... Eu não porque já tenho família e sou bem casado.

    ResponderExcluir