segunda-feira, 2 de novembro de 2009

NEFASTAS GRATIFICAÇÕES - PELO CAP BM ARTUR.


"Olá, a todos.
Devido à relevância desse assunto, não poderia deixar de expressar a minha opinião. Quem vos escreve é o Capitão BM QOE Músico Artur.
O que nossos políticos e governantes precisam entender é que todos os militares, sejam federais ou estaduais, estão subordinados a um regulamento de normas, cuja base é a hierarquia e disciplina. Os vencimentos têm que ser diferenciados a partir dessa escala hierárquica, escala essa que faz aumentar o grau de responsabilidade em função de seu grau hierárquico, e em alguns casos, pelas comissões de cargos de direção ou comando que os oficiais de maiores patentes ocupam. Conclui-se então que os vencimentos são maiores, tanto quanto for maior a ascendência hierárquica do militar, cuja escala está prevista nos quadros desse tipo de organização. Outra razão que, legalmente, faz aumentar o valor do vencimento de um militar, são os anos dedicados à sua instituição, através dos triênios acumulados.
Qualquer outro sistema que aumenta o salário de um militar, não em função das razões anteriormente descritas, gera um desequilíbrio. Houve caso semelhante no passado, quando o Governo do Estado do Rio daquela época estabeleceu a chamada pecúnia, que eram gratificações, incorporadas ao salário de um militar que praticasse uma ação considerada “além do que seria o normal”. Essas gratificações foram incorporadas definitivamente aos vencimentos desses militares, o que acabou gerando distorções e descontentamentos.
Numa Corporação Militar existem diversas especificidades de militares, como combatentes, médicos, dentistas, nutricionistas, psicólogos, músicos, etc... Todos são igualmente importantes e necessários. Não pode e nem deve haver atitudes políticas que acabem beneficiando alguns em detrimento de outros. Um cabo enfermeiro do Corpo de Bombeiros tem que receber o mesmo vencimento que um Cabo BM Salva-Vidas, ou que um Cabo BM Motorista, levando-se em conta o mesmo tempo de serviço. E isso tem que valer para todas as praças e oficiais de todos os Quadros de Bombeiros Militares.
Aproveito a oportunidade para agradecer e parabenizar o Ten BM Lauro Botto, por abrir esse espaço e colocar em pauta temas tão importantes.
Abraço a todos os leitores!
Cap BM Artur."


Parabéns pelo excelente texto, Cap Artur.
Infelizmente, vivemos tempos dificílimos dentro do CBMERJ. As gratificações geraram, geram e gerarão, sempre, essas distorções.
O governo do estado mostra-se a cada dia mais perdido: Na educação ele promove a incorporação da gratificação "Nova Escola", atendendo aos pedidos dos professores e promovendo justiça à classe, mesmo ainda pagando salários pífios ao magistério. já na Segurança Pública, continua investindo nessas nefastas, desagregadoras e injustas gratificações. Acabo sendo levado a crer que os que nos representam junto ao governo têm interesse que tenhamos vários corpos de bombeiros dentro do nosso querido CBMERJ.
Nossos comandantes, chefes e diretores são, na maioria, de uma geração "agraciada" por pecúnias que chegam a 150%, o que dificulta a percepção da tamanha distorção salarial e motivacional que há em NOSSO Casarão Vermelho.
Mas a tropa está acordando e mesmo muitos que são agraciados com pecúnias e gratificações estão enxergando tamanhas injustiça e insatisafação que elas geram.
Tive o enorme prazer de servir com um oficial superior, que hoje comanda um GBM especializado, que abrira mão de recorrer para receber a pecúnia que lhe era devida, pois não via justiça na concessão da mesma. Mas, apesar de louvável sua atitude, é fato isoladíssimo.
Bom será o dia em que teremos um comandante que lute por JUSTIÇA salarial EXCLUSIVAMENTE DENTRO DOS POSTOS E GRADUAÇÕES! Mas...
Vamos vivendo!

JUNTOS SOMOS FORTES,
Lauro Botto ۞۞.

3 comentários:

  1. Valdelei Duarte 1º Sgt BM CBMERJ.3 de novembro de 2009 18:43

    Ao contrario desse oficial que cita o Ten. Lauro Botto,no 2º Gmar teve uma guarnição que deu uma volta no quarteirão e quando retornou a OBM, já estavam co 50% de pecúnia,e fora os socorros simulados para beneficiarem outros.
    Infelizmente isso também aconteceu no CBMERJ.

    ResponderExcluir
  2. Deu num Blog :


    03/11/2009 17:34

    Tempos de Guerra

    Cruz Vermelha Internacional vai atender vítimas do Rio


    Agente da Cruz Vermelha Internacional, no Complexo do Alemão



    A que ponto chegamos! Todo mundo sabe que a Cruz Vermelha Internacional atua em inúmeras guerras e conflitos armados atendendo não apenas os feridos, mas dando assistência a desabrigados e pessoas expulsas e perseguidas por exércitos e guerrilhas.

    Leio na coluna INFORME DO DIA, do jornalista Fernando Molica que a Secretaria Municipal de Saúde fechou um acordo com a Cruz Vermelha Internacional para prestar assistência às pessoas traumatizadas pelos tiroteios nas comunidades que mais sofrem com a violência, como as do Complexo do Alemão e do Complexo da Maré, entre outras.

    É aquela história, o prefeito Eduardo Paes é “unha e carne” com Cabral, em público fala em “tempos de paz”, mas no fundo, no fundo sabe que se for esperar que área social do estado faça alguma coisa é melhor esperar sentado.

    Até hoje, as vítimas traumatizadas da mega-operação policial de 2007, no Complexo do Alemão aguardam a visita da secretária estadual de Assistência Social, Benedita da Silva.

    Bem, com a entrada em cena da Cruz Vermelha Internacional, na Guerra do Rio, só estão faltando mesmo os “boinas azuis”, que vêm a ser os soldados da Força de Paz das Nações Unidas, que atuam em conflitos no mundo inteiro, para a cidade do Rio de Janeiro ser considerada uma região em guerra.

    ResponderExcluir
  3. 
    FUNCIONOU!!!






    CIDADANIA
    Bom Jesus de Itabapoana - 89,23% de votos nulos




    *LIÇÃO DE CIDADANIA**Esse é o exemplo que deve ser seguido...
    Tomara que essa moda pegue...
    Mas prá isso necessita ser divulgado...
    Veja o município Bom Jesus do Itabapoana .
    Devido ao baixo nível do candidato,de um total de 26.863 eleitores que
    compareceram às urnas, 20.821 eleitores conscientes decidiram anular o
    seu voto ...
    Um exemplo para o mundo...*

    É algo difícil de acontecer, mas aconteceu!
    Os votos nulos somaram 20821 ( 89,23%). Vejam a coragem e esclarecimento dessa população.
    O candidato a prefeito não servia e a população cuidou de eliminá-lo no voto.
    O TRE terá que fazer nova eleição eo candidato reprovado não poderá ser candidato novamente.
    O interessante é que esse fato não foi divulgado em nenhuma mídia.
    Atéa Globo NADA FALOU.Se a moda pega, quem sabe não poderíamos depurar essa gente que vive enganando a todos?
    Quem sabe a solução que tanto almejamos não passa por aí?
    Já que a imprensa está comprada por estes políticos corruptos, vamos fazer a nossa parte. Divulgue isso para o maior números de pessoas de sua lista.





    --

    ResponderExcluir