segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

SÉRGIO CABRAL: O INIMIGO NÚMERO 01 DOS BOMBEIROS MILITARES!

A entrevista divulgada ontem, 20/12, no jornal O Dia só veio comprovar o total desprezo e desrespeito que trata o Corpo de Bombeiros o "excelentíssimo" governador do Rio de Janeiro.
Que nós lembremos de suas atitudes e palavras nas urnas, ano que vem!

Leiam até o fim se o seu estômago suportar:


Rio - A duas semanas do início do ano eleitoral, o governador Sérgio Cabral começa a dar o tom da campanha pela reeleição. Os principais ingredientes estão definidos: marcas fortes criadas em três anos de estreita parceria com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva — UPP, UPA e PAC — combinadas com doses pesadas de ataques à gestão de Anthony Garotinho, seu provável adversário em 2010. A receita para o sucesso nas urnas ainda passa por domar um PT do Rio rachado pela insistência do prefeito de Nova Iguaçu, Lindberg Farias, de, nos últimos meses, querer entrar na disputa estadual. Como um dos maiores interessados na questão, Cabral desafia: a hipótese de ter um adversário petista está descartada e o partido terá mais espaço em um segundo mandato.

Governador aposta na parceria com o governo federal para atrair apoio de petistas à sua candidatura já no primeiro turno
O DIA: Como fazer para convencer o PT a não lançar candidatura própria no Rio se o PMDB decidiu fazer o mesmo no Pará, na Bahia e em Minas Gerais, contrariando os petistas?
Essa é uma lógica boba e primária de se fazer política. O PMDB tem hoje o maior número de deputados federais, governadores, senadores e prefeitos do Brasil. O PT do Rio tem que achar que o governo Sérgio Cabral avançou e que foi ao encontro do que o partido esperava para a população. O PT hoje está no governo. Ele se sente bem com isso? Essa é a conversa madura, por mérito.


Mas o partido teria mais espaço em um segundo mandato do senhor (hoje o PT está nas secretarias de Meio Ambiente e Ação Social)?
Esse não é um privilégio do PT. O PMDB que me apoia também reclama comigo. Claro, em 2006, o PT entrou na aliança no segundo turno. Se desta vez isso vai ser construído a partir do primeiro turno, é uma outra lógica. É natural que o PT possa ter maior presença porque vai formular comigo o programa dos próximos quatro anos. Eles nunca estabeleceram comigo uma relação fisiológica, foi sempre baseada em programa.


O apoio do PMDB para a disputa ao Planalto com a ministra Dilma Rousseff será prejudicado caso o PT lance candidatura no Rio?
Não falo sobre esta hipótese. O PT-RJ não teve ministro no primeiro mandato de Lula e hoje tem dois depois que o Sérgio Cabral assumiu o governo do estado (os ministros do Meio Ambiente, Carlos Minc, e da Igualdade Social, Edson Santos). O presidente Lula pensa que a dupla Cabral-Pezão está fazendo bem ao Rio. Vamos apoiar a companheira Dilma Rousseff e o PT vai nos apoiar aqui, não tenho dúvida disso.


Que tipo de candidato o senhor vai apresentar para o eleitor no ano que vem?
Vamos continuar no mesmo trilho. Nenhum lugar do mundo tem um calendário que nós conquistamos para o Rio: 2011, Jogos Militares; 2013, Copa das Confederações; 2014, Copa do Mundo; e 2016, Olimpíadas. Conseguimos estabelecer uma relação entre os três níveis de poder que jamais se estabeleceu. Faremos muitos concursos públicos na Educação, na Segurança, na área da Fazenda e para gestor público. O servidor vai ganhar, em 2010, o melhor calendário de pagamentos dos últimos 20 anos. Em fevereiro, todas as salas terão ar-condicionado e o professor terá um laptop na mão. Incorporamos o Nova Escola. Na Saúde, Sérgio Côrtes é o maior gestor do Brasil. Antes do Natal, vamos inaugurar em São Bernardo do Campo a primeira Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) fora do estado. As pensionistas voltaram a receber. O último ano de Rosinha pagou R$ 24 milhões em precatórios. Vamos pagar, este ano, quase R$ 170 milhões.


Na semana passada, o ministro Tarso Genro anunciou a proposta de criar a Bolsa Olímpica (gratificação que elevará o piso salarial de bombeiros e policiais civis e militares para R$ 3,2 mil). Como estão as negociações para colocar a ideia em prática?
O projeto pode sair por medida provisória ou projeto de lei. Achamos melhor a primeira opção. Até 2016, isso seria incorporado ao salário. Neste primeiro momento, o benefício não irá para o servidor inativo. Mas é claro que quando começar a incorporar você terá que contemplá-lo. Quando o helicóptero foi derrubado, fizemos proposta ao governo federal de R$ 1,5 mil de gratificação por mês para todos os policiais civis e militares.


Até coronel e delegado?
Sim. Todos.


Corpo de Bombeiros não?
Só policial civil e militar.


Então, a proposta do estado era diferente da feita pelo governo federal (que não engloba todo o efetivo das polícias). E no projeto de Tarso Genro, os bombeiros serão contemplados.
Ah é? Que ótimo. O governo federal nos ajuda como nunca. Acabamos de pegar um empréstimo no BNDES para a construção de cadeias públicas e conclusão do Programa Delegacia Legal. Também pegamos dinheiro para a Cidade da Polícia, que será no prédio da Souza Cruz, no Jacarezinho.


Mas muitos municípios do interior rejeitam a ideia de ter uma casa de custódia.
Isso já esta bem acordado. Os prefeitos acabam convencidos por uma questão humanista. Basta fazer em uma área distante e bem instalada. É covardia um preso do interior estar aqui no Rio, o cara fica longe da família. Vamos terminar duas casas de custódia em Bangu, uma na Região dos Lagos, entre Araruama e Saquarema, duas em São Gonçalo, uma em Magé, uma entre Angra e Mangaratiba e uma em Resende. Nas décadas de 80 e 90, a segurança pública era uma coisa para a qual a esquerda não dava muita bola. Hoje, implantamos uma nova modalidade que é a Unidade de Polícia Pacificadora (UPP), que é a presença permanente do estado.


E vai ter no Complexo do Alemão, Rocinha e Manguinhos (comunidades que hoje recebem obras do Programa de Aceleração do Crescimento mas não têm UPP)?
Vamos chegar lá. O problema é que esta estratégia compatibiliza a formação de novos homens. Agora temos 300 que estão se formando no dia 18 de dezembro para atuar no Tabajaras e Cabritos.


Antes do Réveillon?
Antes do Natal. A previsão era formar 1.400 homens até abril de 2010 e, só então, começar o novo curso. Até julho, formaríamos os que entram agora em janeiro. São 1.400 mais 1.300, quase 3 mil homens formados quase que exclusivamente para as UPPs. De março em diante não para mais e não tem calendário eleitoral que comprometa as ações.


Em quais comunidades?
Não decido isso. Sou apenas consultado. O governador não é palpiteiro. Tem três cenas do filme ‘Tropa de Elite’ que não existem mais no nosso governo. Primeiro: deputado negociando nomeação de coronel em batalhão. Outra: a troca do radiador de viatura. Temos hoje a maior frota terceirizada do País. PM não se forma para cuidar de carro. A terceira cena: a que leva o Capitão Nascimento à neurose. A tropa que vai à favela e troca tiro e mata alguns. Já foi época que o governador negociava o sequestro do 174. Já foi época que o governador tirava foto com granadas apreendidas. Já foi época que o governador se metia na promoção da PM. Estamos governando sem demagogia.

O DIA - POR THIAGO PRADO


JUNTOS SOMOS FORTES,
Lauro Botto ۞۞

20 comentários:

  1. QUE ESSE VIGARISTA, PILANTRA E VAGABUNDO TENHA UM CÂNCER E O FAÇA SOFRER DE DOR ATÉ A SUA MORTE !

    E PODE TER CERTEZA QUE O INFERNO É AQUI E ESSE PILANTRA VAI PAGAR EM SOFRIMENTO COMO TODOS BANDIDOS PAGÃO!

    ResponderExcluir
  2. Só com atentado terrorista!!

    ResponderExcluir
  3. O que mais esperar de um playboyzinho, filhinho de papai, que estudou em faculdade particular, porque não teve capacidade de passar em um pública, mas que acha ter capacidade para "desgovernar"o estado do RJ

    ResponderExcluir
  4. Vamos tirar cópia desta matéria e espalhar pelas OBMs!! Está na hora de começarmos a mobilização para que Cabral não tenha votos dos BMs e seus amigos e familiares!!!

    ResponderExcluir
  5. UMA FAIXA CUSTA R$ 5,00 O METRO E PODE COLOCAR NO SEU PORTÃO OU JANELA COM A FRAZE, " SÉRGIO CABRAL NUNCA MAIS, GOVERNADOR MENTIROSO "

    FRAZE PARA DIGITAR E TIRAR XEROX PARA COLAR EM PONTO DE ÔNIBUS OU DAR PARA AS PESSOAS NA FRENTE DE IGREJAS:

    " SÉRGIO CABRAL DIZ AO JORNAL FOLHA DE SÃO PAULO QUE APOIA O ABORTO "


    ESSA É PARA DISTRIBUIR PRÓXIMO AS FAVELAS:

    " SÉRGIO CABRAL DIZ AO JORNAL FOLHA DE SÃO PAULO QUE MÃE DE FAVELADO É FÁBRICA DE FAZER MARGINAIS "


    POIS NÃO ADIANTA DIVULAR ENTRE NÓS SERVIDORES PÚBLICOS, MAS SIM, DIVULGAR PARA O POVO LÊR !


    INÍCIO DA DIVULGAÇÃO JANEIRO , FINAL SÓ APÓS AS ELEIÇÕES DE 2010.

    ResponderExcluir
  6. Não sei mais o que eu faço...chega a doer no peito a desvalorização do Bombeiro Militar...so tem valor quem mata a sociedade....quem me dera quem salvasse tivesse o minimo de respeito.O pior e que acreditei nele e votei....cara...isso me doi ainda mais...

    ResponderExcluir
  7. AMIGO VC TEM QUE TORCER PARA ELE TER UM CANCÊR QDO TERMINAR O GOVERNO DELE!! CAS CONTRÁRIO ELE VAI LÁ PARA A UPA DE BOTAFOGO ENCHER O SACO DOS MILITARES DE PLANTÃO!!

    ResponderExcluir
  8. Infelizmente, e dessa maneira que nosso governador trata a instituição que detem a maioria da aceitação popular, segundo orgãos de pesquisas. Devemos nas próximas eleições excluir do poder essses sanguessugas traidores, pois o descaso com nossa corporação nada mas é que um descaso com a sociedade.

    ResponderExcluir
  9. Vamos mostrar a força desta Instituição secular...vamos começar a campanha:
    FORA CABRAL, JUNTOS SOMOS FORTES!

    ResponderExcluir
  10. Vamos parar de se preocupar com as autoridades e vamos pensar em quem nós vamos por no lugar deles. Eu nunca vi nada dar certo quando se fica falando mal do chefe. Ele pode falar o que quiser,nós é que temos que cuidar dos nossos.
    Vamos respeitá-los se não agente perde a moral o foco o respeito em fim a razão.

    ResponderExcluir
  11. Eu cansei de avisar aos companheiros de quartel que se aquele candidato ganhasse a eleição nós íamos sofrer por no mínimo quatro anos.
    Então eu pergunto: E agora José?

    ResponderExcluir
  12. Novamente fomos esquecidos por nossos representantes, Isso está virando rotina. Se lembram da gratificação de 350reais, a polícia está recebendo, e o bombeiro? E agora quem poderá nos defender?

    ResponderExcluir
  13. Cabral nunca mais!!!!!!! fora! fora!fora!

    ResponderExcluir
  14. Bomba 00, não perderemos a moral e muito menos o foco, e o foco agora é FORA CABRAL!!!!! E a moral é JUNTOS SOMOS FORTES.

    ResponderExcluir
  15. façam igual a mim, me pagam mal eu trabalho mal, se o trabalho da puxado(sou condutor ambulância SAMU)eu quebro a viatura aí fico tranquilo o resto do serviço, fodace cabral, fodace a populção, pois a população tbm naum apóia a gente, só acham a gente tipo um bonquinho d farda bonitinho.

    ResponderExcluir
  16. Então Tá. È por tua conta e risco.

    ResponderExcluir
  17. ANTES DA ELEIÇÃO JÁ TINHA AVISADO PARA NÃO VOTAREM NESSE SER PERNICICIOSO, E AGORA VÃO VOTAR NOVAMENTE,É POUCO?

    ResponderExcluir
  18. Valdelei Duarte 1º Sgt BM CBMERJ.25 de dezembro de 2009 21:51

    ENQUANTO ISSO NO ESTADO DO MARANHÃO.

    Governo do Estado reduz tempo para promoção de PMs
    A governadora Roseana Sarney assinou o decreto nº 26.189, nesta terça-feira (22), reduzindo o interstício dos policiais militares. A decisão beneficia cerca de 1.500 PMs, englobando soldados, cabos e sargentos. Com a medida, o tempo de serviço necessário para a promoção e para a estabilidade na função cai pela metade, a exemplo do posto de soldado que era de 10 anos e foi reduzido para 5 anos.

    “É um marco histórico, pois nunca foi tomada uma decisão com essas proporções em benefício da corporação”, festejou o comandante-geral da Polícia Militar do Maranhão, coronel Franklin Pacheco.

    No caso da promoção da graduação de cabo para 3º Sargento, o período foi reduzido de 6 anos para 3 anos. O mesmo tempo vale de 3º Sargento para 2º Sargento. Já no caso de promoção de 2º Sargento para 1º Sargento e desta função para Sub-tenente a abreviação foi de 4 anos para 2 anos.

    De acordo com o coronel Franklin Pacheco, os reflexos da decisão do governo serão sentidos nas ruas pela população. “São muitos os aspectos positivos que envolvem uma medida como esta. O policial terá maior motivação para o trabalho e isso repercute na comunidade. Por isso, a decisão da governadora de assinar o decreto”, declarou.

    A medida atende a um antigo anseio dos policiais militares e é resultante de uma proposta encaminhada à governadora pelo comandante-geral da PM e que foi defendida pelo secretário de Segurança, Raimundo Cutrim. “O esforço diário dos policiais do Maranhão está sendo reconhecido com essa decisão do governo”, ressaltou Franklin Pacheco.



    QUADRO



    GRADUAÇÃO COMO ERA COMO FICA

    Soldado p/ Cabo 10 anos 5 anos

    Cabo p/ 3º Sargento 6 anos 3 anos

    3º Sarg. p/ 2º Sarg. 6 anos 3 anos

    2º Sarg. p/ 1º Sarg. 4 anos 2 anos

    1º Sarg. p/ Sub-tenente 4 anos 2 anos

    ResponderExcluir
  19. Boa notícia. Gostaria que o nosso CMT Geral usando da sua prerrogativa encaminha-se ao Governador uma proposta urgentíssima de mudança da lei do limite de idade, ainda neste começo de ano muitos iriam continua por mais tempo servindo ao CBMERJ e a população.
    Acho que esta na hora dele e do Chefe do estado Maior demonstrar o seu apresso pelos bombeiros mas antigos, não queremos vaga certa, parece esmola, bem que da essa péssima impressão.

    ResponderExcluir
  20. Além de todas as queixas que nós do CBMERJ temos contra o nosso digníssimo governador, venho em particular falar sobre o que seu governo fez com um serviço de excelência que anteriormente era prestado por nós: o Socorro em urgência/emergência em vias públicas.
    No último concurso, além da demissão de centenas de trabalhadores, o governador nos reduziu ao SAMU, que era um serviço sério para atendimento à população. Desde então, somos um fantoche do GSE.Fazemos de tudo agora, menos ser bombeiros de verdade!!! Não será incomum ouvir nos quartéis relatos de socorristas que entram em favelas para atender cólicas menstruais,maus preságios, diarréia ou simplesmente servir de TAXI, visto que algumas vezes a população nem quer o nosso atendimento mas só ser levada até a unidade X ou Y, e ainda querem ser trazidas de volta; ao passo que os acidentados e as guarnições de salvamento ficam na rua, na maioria das vezes, horas aguardando socorro pré-hospitalar ...e quando chegamos somos criticados pela demora, sempre agredidos e gentilmente ouvimos: AGORA É QUE O SAMU CHEGOU. Sinceramente não sei porque o governador não nos dá logo o macacão azul porque SAINDO NA RUA FARDADA ME SINTO FANTASIADA DE BOMBEIRA!!

    ResponderExcluir